Arquidiocese de Goiânia: Santuário Sagrada Família promove projeto Elevar o amor

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • O grupo de oração Guardiões do Amor Maior, uma associação cristã católica ligada ao Santuário Sagrada Família, em parceria com a empresa Stone Music Entertainment vai fazer uma homenagem às vítimas do Covid-19 no Brasil.
  • O objetivo do projeto é que quase 100 mil balões, no dia 06 de Agosto, sejam lançados ao ar.
  • Serão 100 mil vidas, orações e homenagens em balões.

O grupo de oração Guardiões do Amor Maior, uma associação cristã católica ligada ao Santuário Sagrada Família, em parceria com a empresa Stone Music Entertainment vai fazer uma homenagem às vítimas do Covid-19 no Brasil.

O objetivo do projeto é que quase 100 mil balões, no dia 06 de Agosto, sejam lançados ao ar, no Estádio Serra Dourada em Goiânia, para homenagear cada vida perdida para a pandemia no Brasil.  

O publicitário e Ceo na empresa Stone, Tiago Benetti, explica que se é pelo ar que o contágio acontece, vai ser pelo ar que se pretende expressar a força e o poder do amor e cada vida que foi perdida vai ter seu nome escrito em um balão que alcançará o céu em oração.

Edigar Diniz que é do conselho do grupo de oração Guardiões do Amor Maior, perdeu sua mãe para a Covid-19 e explica que o Projeto Elevar o Amor é a representação de Deus conosco e até mesmo depois da nossa partida na terra para o encontro com Ele.

Serão 100 mil vidas, orações e homenagens em balões que demonstrarão o poder do respeito, da união e do amor, em Goiânia para o Brasil e para apoiar este projeto acesse o site: www.projetoelevaroamor.com.br.

Por: Morgana Kelly

Em Goiânia, GCM flagra aglomeração e clientes sem máscara em bares e restaurantes

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • A GCM e outros órgãos fiscalizadores de Goiânia visitaram vários bares e restaurantes e flagraram aglomerações em todos os pontos visitados.
  • Segundo a corporação, mais de 20 clientes não haviam sequer levado máscaras.
  • A operação também multou motoristas que pararam os carros sobre as calçadas.

A Guarda Civil Metropolitana, a GCM e outros órgãos fiscalizadores de Goiânia visitaram vários bares e restaurantes da região sul da capital e flagraram aglomerações em todos os pontos visitados.

Segundo a corporação, mais de 20 clientes não haviam sequer levado máscaras, alguns diante da situação foram buscá-las nos carros e até em casa, para não serem multados. A operação também multou motoristas que pararam os carros sobre as calçadas.

Na Vila Redenção, dezenas de pessoas foram enfileiradas sobre a calçada e todas foram revistadas, como parte do procedimento, e, aqueles que desobedeceram às normas relacionadas ao distanciamento social e uso de máscaras, colaboraram com a orientação da fiscalização.

Segundo o Gerente de Articulação da Guarda Civil Metropolitana, José Pires, a fiscalização, intitulada de Operação Saturação, durante as abordagens, encontrou porções de drogas e o estabelecimento da Vila Redenção foi interditado porque não apresentava alvará de funcionamento.

José Pires ressaltou também que quanto ao distanciamento, nenhum dos locais visitados apresentava a distância recomendada entre as pessoas, tinha aglomeração e que uma das maiores dificuldades que tem existido é enfrentar as distribuidoras de bebidas que insistem em funcionar como bares.

Por: Morgana Kelly

Academias buscam adaptações e seguem sendo fiscalizadas na capital

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • As academias da capital se prepararam para retomar as atividades buscando adaptações às regras estabelecidas pela Prefeitura de Goiânia.
  • As academias estão sendo verificadas, se estão recebendo ou não, os clientes de forma segura.
  • Em sua maioria todas estão cumprindo as regras sanitárias estabelecidas pelo decreto.

As academias da capital se prepararam para retomar as atividades buscando adaptações às regras estabelecidas pela Prefeitura de Goiânia. Dentre elas estão: não poderem exceder 30% da lotação e barrarem o acesso de alunos que compõem o grupo de risco, estão incluídas pessoas acima de 60 anos e ou com doenças crônicas, como cardiopatia e diabetes, estas que são mais vulneráveis a possíveis infecções pelo novo Coronavírus.

O presidente do Sindicato das Academias de Goiás, Denis Dias, explicou que as academias exigem atestados médicos, que é determinado por lei e que facilita o cumprimento dos protocolos de saúde, pois a verificação dos atestados dos alunos possibilita observar os que não poderão participar das aulas.

Conforme expõe o presidente, as ocorrências que se referem a cancelamentos de contrato e contestações de cobranças referentes aos meses em que as academias estiveram fechadas e quanto a questão dos muitos casos de denúncias ao Procon das academias, em cada situação deve existir uma decisão em comum acordo entre proprietários de academias e alunos.

Quanto as fiscalizações destes estabelecimentos, o Gerente de Articulação da Guarda Civil Metropolitana, José Pires, explicou que todas as academias estão sendo verificadas, se estão recebendo ou não, os clientes de forma segura e afirmou que em sua maioria todas estão cumprindo as regras sanitárias estabelecidas pelo decreto.

Por: Morgana Kelly

Governo Federal pensa em criar programa substituto ao Auxílio Emergencial

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • O Ministério da Economia está buscando definir uma alternativa para substituir o Auxílio Emergencial de 600 reais.
  • O Governo não está trabalhando na prorrogação do benefício.
  • Entretanto, a promessa do ministro da pasta, Paulo Guedes, é de criar um novo programa, o Renda Brasil.

O Ministério da Economia está buscando definir uma alternativa para substituir o Auxílio Emergencial de 600 reais aos trabalhadores informais e pessoas mais vulneráveis. O Governo não está trabalhando na prorrogação do benefício. Entretanto, a promessa do ministro da pasta, Paulo Guedes, é de criar um novo programa, o Renda Brasil, que começaria a partir do término da primeira remessa do auxílio no próximo mês.

Segundo ele, o projeto que já teria 52 bilhões de reais, substituiria permanentemente o Bolsa Família e outros programas sociais como o Abono Salarial, Salário Família e Seguro Defeso. Se colocado em prática o beneficiário receberia um valor entre 191 a 600 reais por mês.

Com a liberação do Auxílio Emergencial, o saque adicional do FGTS e o seguro-desemprego, a injeção de recursos na economia chegará a mais de 311 bilhões de reais. Cenário que segundo o Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre-FGV), diminuiu a previsão de queda do Produto Interno Bruto (PIB) de 6,4% para 5,5%.

De acordo com o economista, Flávio Rafael, é importante a manutenção do auxílio ou viabilização do Renda Brasil para ajudar na recuperação do setor econômico.

O economista ressalta que é necessário levar em consideração caso haja a prorrogação do Auxílio Emergencial ou criação do Renda Brasil, a situação das contas públicas do país a longo prazo, para que não ocorra impactos negativos na população.

Por: Morgana Kelly

Goiás vai criar Conselho para planejar a retomada do turismo no pós-pandemia

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • O Conetur vai realizar a reunião, no início de agosto, para discutir a retomada do turismo, no estado.
  • A entidade terá 20 integrantes, que representam as 10 Regiões turísticas, que envolvem os 79 municípios que estão no Mapa Turístico de Goiás.
  • O objetivo é consolidar o planejamento da retomada do turismo, e atrair os visitantes para os principais destinos que o estado tem para oferecer.

O Conselho Estadual de Turismo (Conetur) vai realizar a reunião, no início de agosto, para discutir a retomada do turismo, no estado no pós-pandemia. A entidade terá 20 integrantes, que representam as 10 Regiões turísticas, que envolvem os 79 municípios que estão no Mapa Turístico de Goiás.

O Conetur será criado, por meio de portaria, e terá a participação de vários órgãos e entidades públicas e privadas, entre eles, todo o trade turístico desde: pousadas, hotéis, eventos, guias e transportes.  Com a crise econômica provocada pelo Coronavírus, o setor foi o mais impactado por causa das medidas de distanciamento social. Estima que houve mais de 30% demissões e 35% de falências das empresas do seguimento.

O Presidente da Goiás Turismo, Fabrício Amaral, lembra que o Ministério do Turismo fez o aporte financeiro de R$ 24 milhões, em linhas de crédito com juros reduzidos. Menos de 30% foram contratados pelos empresários.

Segundo ele, o objetivo é consolidar o planejamento da retomada do turismo, e atrair os visitantes para os principais destinos que o estado tem para oferecer, com atrações que vão desde as belezas naturais, culinária e cultura regional.

O Conetur vai auxiliar na elaboração de Políticas Públicas para ajudar a desenvolver a atividade turística no Estado, além de contribuir para a geração de emprego e renda conciliando a sustentabilidade ambiental, social e cultural.

Por: Morgana Kelly

Isolamento em Goiás sobe, mas ainda é o pior índice do país

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • A empresa In Loco fez um levantamento e identificou que o isolamento em Goiás subiu para 46%, mas o índice registrado ainda é um dos piores do país.
  • Nos dias 23 e 24 de julho, o estado voltou ao nível vermelho de isolamento e chegou a taxa de 35%.
  • Santa Catarina lidera o ranking nacional de isolamento, com taxa de 54,23%, o e Pará ocupou a 24ª posição no ranking nacional com o pior índice de isolamento.

A empresa In Loco fez um levantamento e identificou que o isolamento em Goiás subiu para 46%, com isto chegou novamente ao nível amarelo em comparação aos outros estados brasileiros, mas o índice registrado ainda é um dos piores do país.

Ainda conforme a pesquisa, Goiás ainda estava na penúltima colocação do ranking nacional de isolamento, mas com nível laranja e taxa de 36,95%. Logo depois, o estado subiu uma colocação, mas não ficou muito distante na taxa anterior, chegando a 37,07%.

O índice voltou a cair e Goiás ficou novamente na penúltima colocação, com 36,43%, na frente apenas de Tocantins, que apresentava 35,09%.

Nos dias 23 e 24 de julho, o estado voltou ao nível vermelho de isolamento e chegou a taxa de 35%. No último sábado, o estado apresentava nível laranja, mas ainda estava na penúltima colocação. E finalmente neste domingo, apesar de ainda estar nos últimos lugares do ranking, o isolamento em Goiás subiu para 46,23%.

E sobre os estados que estão em melhores ou piores posicionamentos quanto ao índice de isolamento social, Santa Catarina lidera o ranking nacional de isolamento, com taxa de 54,23%, o e Pará ocupou a 24ª posição no ranking nacional com o pior índice de isolamento, o estado está no nível amarelo e com taxa de 46,53%.

Por: Morgana Kelly

Em Goiás, programa combate violência doméstica contra mulher no isolamento

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Os casos de violência doméstica contra mulher aumentaram em todo o Brasil, durante o isolamento social.
  • Em Goiás, se comparado com o ano de 2019, em 2020, entre janeiro e maio, houve um aumento de 27% nos casos de feminicídio também por conta do confinamento.
  • A partir desta realidade, o CNJ e a AMB promoveram o lançamento digital da Campanha Sinal Vermelho Contra a Violência Doméstica em Goiás.

Os casos de violência doméstica contra mulher aumentaram em todo o Brasil, durante o isolamento social. Em Goiás, se comparado com o ano de 2019, em 2020, entre janeiro e maio, houve um aumento de 27% nos casos de feminicídio também por conta do confinamento.

Ao contrário dos demais indicadores de criminalidade no Estado que, conforme divulgado pelo governo, por meio da Secretaria de Segurança Pública, têm diminuído, o número de feminicídios seguiu na mão contrária: de 36 casos registrados, para 40 – uma alta de mais de 11%.

No mesmo estudo, dez municípios goianos apareceram entre os 100 com maiores taxas de homicídio contra mulheres no Brasil, dentre eles estão: Alexânia, em segundo lugar; Cristalina, em 13º; Planaltina, em 29º; Luziânia, em 48º (quadragésimo oitavo); Valparaíso de Goiás, em 74º (setuagésimo quarto); Formosa, em 79º (setuagésimo nono); Iporá, em 81º (octogésimo primeiro); Jataí, em 82º (octogésimo segundo); Goiatuba, em 87º (octogésimo sétimo); e Inhumas, em 96º (nonagésimo sexto).

A partir desta realidade, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e a Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) promoveram no Congresso Nacional (CN), o lançamento digital da Campanha Sinal Vermelho Contra a Violência Doméstica em Goiás.

O objetivo é combater a violência doméstica e familiar durante a crise da Covid-19, por intermédio de um canal silencioso de denúncia para mulheres que têm tido mais dificuldade para formalizar queixa contra os agressores.

Por: Morgana Kelly

Com o aumento de ataques cibernéticos é importante adotar medidas de segurança nos equipamentos eletrônicos

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Uma preocupação é o aumento dos ataques cibernéticos, que só no Brasil, foram mais de 1,6 bilhão de casos em apenas três meses.
  • Uma das práticas dos criminosos é invadir o sistema, sequestrar os dados e deixar a rede interna criptografada, onde o dono não consegue mais acessar.
  • Se alguém passar por uma situação de crime e ataque digital deve procurar ajuda da polícia que vai tomar as providências necessárias de investigação.

Além do risco com a pandemia do Coronavírus, outra preocupação é o aumento dos ataques cibernéticos, que só no Brasil, segundo dados da Fortinet, foram mais de 1,6 bilhão de casos em apenas três meses. Devido o isolamento muita gente começou a trabalhar em home-office e utilizar computadores, notebooks, laptops e smartphones pessoais, para exercer as atividades.

Entretanto, a maioria sem a proteção necessária contra os hackers digitais, colocando em risco informações confidenciais, pessoais e também da empresa onde atua. Uma das práticas dos criminosos é invadir o sistema, sequestrar os dados e deixar a rede interna criptografada, onde o dono não consegue mais acessar.

Outros ataques comuns é o envio de vírus por meio de e-mails, mensagens no whatsApp, para roubar perfis nas redes sociais ou fraudar cartão de crédito. 

Grandes instituições, como por exemplo, a Organização Mundial de Saúde (OMS) e o Departamento de Saúde dos Estados Unidos não escaparam e também foram alvos de crimes digitais.

Por isso, o advogado, Célio Abrão Junior, afirma que é preciso ter cuidado na internet, e recomenda o uso do navegador de forma anônima, instalação de antivírus confiável, além de não acessar sites ou links desconhecidos.

O advogado ressalta ainda que se alguém passar por uma situação de crime e ataque digital deve procurar ajuda da polícia que vai tomar as providências necessárias de investigação.

Por: Morgana Kelly

Hospital Araújo Jorge por meio da Campanha Julho Verde alerta sobre risco de câncer de cabeça e pescoço

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • O Hospital Araújo Jorge, em Goiânia, está promovendo a campanha Julho Verde.
  • Campanha criada para ampliar a comemoração do Dia Mundial de Conscientização e Combate ao Câncer de Cabeça e Pescoço, celebrado em 27 de julho.
  • Mesmo com a pandemia da Covid-19, as pessoas devem procurar assistência médica para diagnóstico e tratamento destas doenças.

O Hospital Araújo Jorge, em Goiânia, está promovendo a campanha Julho Verde, criada para ampliar a comemoração do Dia Mundial de Conscientização e Combate ao Câncer de Cabeça e Pescoço, celebrado em 27 de julho. Segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca) até o final de 2020 quase 23 mil pessoas no país devem ser diagnosticadas com a doença que pode afetar órgãos como: boca, garganta, língua, laringe, tireoide e faringe.

Só aqui no Estado a estimativa é de 690 goianos, situação que deve se repetir até 2022.  Por isso a iniciativa visa alertar os riscos da doença e reforçar a importância da prevenção identificação precoce dos sintomas, que pode aumentar a chance de cura.

O médico oncologista e chefe do Setor de Cabeça e Pescoço do Hospital Araújo Jorge, José Carlos de Oliveira, chama atenção para os fatores que mais causam esse tipo de câncer como: o tabagismo, ingestão de bebidas alcoólicas, sedentarismo, o hábito de fumar narguilé, que acontece principalmente entre os jovens, e também o aumento de casos do papilomavírus (HPV). Ele destaca que é importante ficar atento aos sinais que o corpo emite.

O oncologista ressalta que mesmo com a pandemia da Covid-19 as pessoas devem procurar assistência médica para diagnóstico e tratamento destas doenças.

Por: Morgana Kelly

Transferência simbólica da capital para a cidade de Goiás foi cancelada

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • O governador Ronaldo Caiado anunciou que o tradicional evento de transferência da capital do Estado para a Cidade de Goiás foi cancelado.
  • Este município, localizado na região Central do estado, foi a capital até a década de 1930.
  • Outros importantes eventos também foram cancelados, dentre eles, está a tradicional Romaria do Divino Pai Eterno.

O governador Ronaldo Caiado anunciou que o tradicional evento de transferência da capital do Estado para a Cidade de Goiás, em comemoração ao aniversário do município, foi cancelado devido a pandemia do novo Coronavírus.

Todos os anos, durante os dias 25, 26 ou até 27 de julho a Cidade de Goiás se transforma oficialmente na capital do Estado em comemoração ao seu aniversário. Este município, localizado na região Central do estado, foi a capital até a década de 1930 e durante as comemorações de seu aniversário recebe simbolicamente as sedes dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.

Em suas redes sociais, o governador afirmou que neste ano, o município completa 293 anos e pediu a compreensão do povo em relação ao evento que foi cancelado, prometendo que no próximo ano a festa vai ser redobrada.

Ronaldo Caiado explicou também que além da transferência da capital do Estado, outros importantes eventos também foram cancelados. Dentre eles está a tradicional Romaria do Divino Pai Eterno, em que o reitor do Santuário, padre Robson de Oliveira, acolheu a recomendação do Ministério Público Estadual para cancelar a festividade.

Por: Morgana Kelly

1 2 3 4 12