Secretaria Estadual da Educação de Goiás discutirá possível retorno das aulas presenciais, após liberação do COE

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • A Secretaria Estadual de Educação de Goiás informou que deve discutir, no início da próxima semana, sobre a possível liberação definitiva do retorno das aulas presenciais.
  • Segundo o COE as instituições devem funcionar com 30% da capacidade, seguindo os protocolos de biossegurança e distanciamento.
  • Somente a decisão do COE não implica na volta automática das atividades, já que também é preciso ser publicada nota técnica da Secretaria Estadual de Saúde permitindo a retomada.

A Secretaria Estadual de Educação de Goiás (Seduc) informou que deve discutir, no início da próxima semana, sobre a possível liberação definitiva do retorno das aulas presenciais nas unidades de ensino da rede pública e privada. Segundo o órgão a decisão será tomada em conjunto com o Ministério Público Estadual, Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás (Sintego) e representantes da comunidade escolar.

A discussão vem após o Centro de Operações de Emergências em Saúde Pública de Goiás para Enfrentamento ao Coronavírus (COE) ter autorizado à retomada das aulas presenciais na educação infantil, ensino fundamental, médio e superior, devido à queda no índice de mortes por Covid-19 e taxa de internação abaixo de 75% por quatro semanas seguidas. Segundo o COE as instituições devem funcionar com 30% da capacidade, seguindo os protocolos de biossegurança e distanciamento. Além disso, deve ser oferecido o ensino em dois modelos, tanto presencial quanto virtual, para os pais que não se sentirem seguros em mandar o filho para à escola. 

De acordo com a superintendente do Ensino Médio da Seduc, Osvany Gundim, somente a decisão do COE não implica na volta automática das atividades, já que também é preciso ser publicada nota técnica da Secretaria Estadual de Saúde permitindo a retomada. A assessoria de imprensa da Secretaria de Saúde de Goiás informou que a nota técnica sobre as aulas presenciais está prevista para ser divulgada entre hoje até a próxima terça-feira.

Por: Anna Karolina com supervisão de Morgana Kelly

Novembro Azul: especialistas alertam sobre o diagnóstico precoce do câncer de próstata

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Com a aproximação do Novembro Azul, especialistas alertam para a importância do diagnóstico precoce do câncer de próstata, no tratamento e na cura da doença.
  • O Instituto Nacional do Câncer fez uma estimativa que mostra que, em 2020, mais de 2 mil e 300 homens serão diagnosticados com câncer de próstata, em Goiás.
  • O histórico familiar da doença aumenta em duas vezes a chance do diagnóstico.

Com a aproximação do Novembro Azul, especialistas alertam para a importância do diagnóstico precoce do câncer de próstata, no tratamento e na cura da doença. O objetivo é conscientizar os homens com mais de 50 anos sobre a necessidade de cuidar da saúde e realizar os exames de prevenção.

O Instituto Nacional do Câncer (Inca) fez uma estimativa que mostra que, em 2020, mais de 2 mil e 300 homens serão diagnosticados com câncer de próstata, em Goiás. Devido ao preconceito com o exame do toque, muitos deixam de buscar atendimento médico, o que dificulta o diagnóstico precoce. A campanha é relevante, porque busca despertar o público masculino, já que o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens, atrás somente do câncer de pele.

Segundo o médico urologista do Hospital do Câncer Araújo Jorge, Marcel Cabral, o histórico familiar da doença aumenta em duas vezes a chance do diagnóstico. Por isso, a orientação é fazer uma avaliação anual com o urologista e manter hábitos saudáveis, que ajudam na qualidade de vida em geral.

Por: Anna Karolina com supervisão de Morgana Kelly

A CMTC planeja operação especial para o Dia de Finados

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • A Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos planeja operação especial para o Dia de Finados, na próxima segunda-feira.
  • Também será disponibilizada frota extra em todos os terminais de ônibus e linhas convencionais, que atendem as regiões com os cemitérios de Goiânia, Aparecida de Goiânia e Trindade.
  • É recomendado que o usuário faça o planejamento das viagens via aplicativo SiMRmtc.

A Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC) planeja operação especial para o Dia de Finados, na próxima segunda-feira. A programação seguirá a planilha de domingo com 2.534 viagens para Goiânia e os outros 17 municípios. O objetivo é facilitar o trajeto até os cemitérios, para aqueles que desejam visitar e homenagear os entes queridos.

Também será disponibilizada frota extra em todos os terminais de ônibus e linhas convencionais, que atendem as regiões com os cemitérios de Goiânia, Aparecida de Goiânia e Trindade. Segundo a gerente de Planejamento Operacional da CMTC, Flávia Xavier, para Aparecida de Goiânia foi criada uma linha especial.

É recomendado que o usuário faça o planejamento das viagens via aplicativo SiMRmtc, que disponibiliza horários das linhas e alerta para a chegada do ônibus, evitando espera no ponto de embarque.

Por: Anna Karolina com supervisão de Morgana Kelly

Câmara aprova projeto que regulamenta os medicamentos a base de cannabis em Goiânia

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • A Câmara Municipal de Goiânia aprovou, nessa quinta-feira, o Projeto de Lei que regulamenta os medicamentos a base de cannabis e a distribuição deles nas unidades de saúde pública da capital.
  • O projeto prevê que o medicamento só poderá ser usado com prescrição médica e se autorizado por ordem judicial.
  • Especialistas apontam que o tratamento com os medicamentos a base da cannabis reduzem as reações do sistema nervoso central.

A Câmara Municipal de Goiânia aprovou, nessa quinta-feira, o Projeto de Lei que regulamenta os medicamentos a base de cannabis e a distribuição deles nas unidades de saúde pública da capital. A aprovação beneficia os pacientes que tratam epilepsia, esquizofrenia, fibromialgia, depressão, ansiedade, Alzheimer e câncer e necessitam do uso medicinal do canabidiol.

O projeto prevê que o medicamento só poderá ser usado com prescrição médica e se autorizado por ordem judicial ou pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Especialistas apontam que o tratamento com os medicamentos a base da cannabis reduzem as reações do sistema nervoso central. Por isso o Conselho Federal de Medicina, que já avaliou a segurança e a eficácia do Canabidiol, autoriza o uso em alguns pacientes. Segundo o vereador, Lucas Kitão (PSL), que é o autor da proposta, a cannabis medicinal não é uma droga viciante, mas um remédio que pode salvar vidas.

Por: Anna Karolina com supervisão de Morgana Kelly

Lojistas da 44 recebem capacitação para expandir as vendas online

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Tendo em vista a retomada da economia em Goiás, os lojistas da região da Rua 44 recebem capacitação gratuita, na praça de alimentação do Shopping Gallo, a fim de expandir as vendas pela internet.
  • O Plano do Governo é digitalizar o comércio da 44, que é um dos maiores polos de distribuição de moda do País.
  • Os comerciantes poderão aproveitar melhor o potencial de vendas por meio do crédito oferecido pela XP e Stone.

Tendo em vista a retomada da economia em Goiás, os lojistas da região da Rua 44 recebem capacitação gratuita, na praça de alimentação do Shopping Gallo, a fim de expandir as vendas pela internet. A Secretaria Geral do Estado, com apoio das empresas XP Investimentos e Stone Pagamentos, oferecem treinamento sobre e-commerce, Market place e administração e dão acesso a crédito mais barato.

O Plano do Governo é digitalizar o comércio da 44, que é um dos maiores polos de distribuição de moda do País. A região tem mais de 16 mil lojistas e é responsável por 176 mil empregos diretos no Estado. Os produtos da Região da 44 são reconhecidos por não serem falsificados ou pirateados, mas tem qualidade por serem produzidos no próprio Estado, caracterizando Goiás como um grande polo produtor.

Segundo o secretário-geral da Governadoria, Adriano Rocha Lima, os comerciantes poderão aproveitar melhor o potencial de vendas por meio do crédito oferecido pela XP e Stone, que são mais barato do que em bancos.

Por: Anna Karolina com supervisão de Morgana Kelly

Crer retoma os atendimentos eletivos até atingir 50% da capacidade

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • O Crer retoma, gradativamente, os atendimentos eletivos, como serviços ambulatoriais, terapias e cirurgias, até atingir 50% da capacidade da instituição.
  • As orientações necessárias para a segurança do usuário e do profissional são uso adequado de máscaras para pacientes e acompanhantes, e respeito às demarcações de distanciamento social.
  • Para realizar o agendamento nas cirurgias eletivas, são adotados critérios de acordo com orientações da Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia.

O Centro Estadual de Reabilitação e Readaptação Dr. Henrique Santillo (Crer) retoma, gradativamente, os atendimentos eletivos, como serviços ambulatoriais, terapias e cirurgias, até atingir 50% da capacidade da instituição. O retorno acontece após adaptação às novas condições de biossegurança e aos protocolos de higienização, devido à pandemia da Coronavírus.

As orientações necessárias para a segurança do usuário e do profissional são uso adequado de máscaras para pacientes e acompanhantes, e respeito às demarcações de distanciamento social. Além disso, foi adotado um maior intervalo de tempo entre os atendimentos, para higienização dos ambientes e dos instrumentos, e qualquer pessoa que adentrar o hospital, passará por uma triagem.

Para realizar o agendamento nas cirurgias eletivas, são adotados critérios de acordo com orientações da Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia (SMS), como a realização do teste RT-PCR e a prioridade para os procedimentos de menor complexidade.

Por: Anna Karolina com supervisão de Morgana Kelly

Salas de vacinação registram baixa adesão nas campanhas de vacinação infantil, em Goiás

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • As autoridades de saúde alertam para a baixa cobertura vacinal contra a paralisia infantil, em crianças de 12 meses a menores de 5 anos e contra o sarampo.
  • Além das fakenews e do Movimento Antivacina, a falsa sensação de segurança contribui para essa baixa adesão.
  • Em 2019, houve a reintrodução do sarampo no Brasil, que tinha o certificado de erradicação há mais de 20 anos e o surto da doença resultou em mortes pelo país.

As autoridades de saúde alertam para a baixa cobertura vacinal contra a paralisia infantil, em crianças de 12 meses a menores de 5 anos e contra o sarampo, em menores de 15 anos e adultos entre 20 e 49 anos. O objetivo é conscientizar as pessoas sobre a importância da imunização e evitar que essas doenças erradicadas sejam introduzidas novamente no país.

Em Goiás, a meta é vacinar 95% do público-alvo. Na capital, até a última semana, a dose vacinal contra a paralisia infantil alcançou apenas 20,3% e contra o sarampo, 13,24%. Segundo a gerente de imunização da Secretaria Estadual de Saúde de Goiás (SES), Clarisse Carvalho, além das fakenews e do Movimento Antivacina, a falsa sensação de segurança contribui para essa baixa adesão.

Desde 2017, o Ministério da Saúde trabalha em parceria com estados e municípios, para mudar esse cenário.  Em 2019, houve a reintrodução do sarampo no Brasil, que tinha o certificado de erradicação há mais de 20 anos e o surto da doença resultou em mortes pelo país, e cinco casos registrados em Goiânia. O Calendário Nacional de Imunização oferece 18 vacinas gratuitas para crianças e adolescentes, como a BCG, a Rotavírus, a Febre amarela e a Tríplice viral. A ainda gerente destaca que a infância é o período mais vulnerável e por isso, é orientado que os pais levem os filhos até uma sala de vacinação e atualizem a caderneta de imunização.

Por: Anna Karolina com supervisão de Morgana Kelly

Movimento Negro Unificado pede punição para o crime de racismo cometido contra entregador de comida por aplicativo

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) apontaram que no ano passado, em Goiás, as denúncias de injúria racial aumentaram 104% e já de racismo em 146%.
  • A vítima registrou boletim de ocorrência na Polícia Civil, que agora está em processo de investigação.
  • A polícia não descartou a hipótese de ser falso o perfil que cometeu o crime.

Dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) apontaram que no ano passado, em Goiás, as denúncias de injúria racial aumentaram 104% e já de racismo em 146%. E nesta semana, um entregador de comida por aplicativo foi mais uma vítima de discriminação racial. No ocorrido, o motoboy Elson Oliveira Santos, foi impedido por uma cliente de entrar num condomínio de luxo da capital para efetuar a entrega de sanduíches por ser negro. A mulher ainda o chamou de “macaco” durante troca de mensagens com a gerente da lanchonete e exigiu que fosse enviado outro entregador branco.

O estabelecimento então negou o pedido e afirmou que racismo não seria tolerado. Após o caso, a vítima registrou boletim de ocorrência na Polícia Civil, que agora está em processo de investigação. Para a coordenadora nacional do Movimento Negro Unificado (MNU), situações como essa são inaceitáveis. Ela reforça o pedido pra que continue sendo investigado e com isso os culpados sejam responsabilizados.

Segundo a titular da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Cibernéticos (DRCC), delegada Sabrina Leles, a polícia não descartou a hipótese de ser falso o perfil que cometeu o crime. Ela ainda ressaltou que até o momento, não há como afirmar se o autor das mensagens mora ou não, no local onde houve o suposto pedido. O crime de racismo é inafiançável e imprescritível, sujeito a pena de reclusão.

Por: Anna Karolina com supervisão de Morgana Kelly

Dia Mundial do AVC é marcado pela conscientização que pode salvar vidas

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • O Instituto Mover realizou, nessa quinta-feira, 29, evento online durante o Dia Mundial do Acidente Vascular Cerebral.
  • Mais conhecido como Derrame, o AVC pode ser evitado em 90% dos casos, mas no nosso Estado ele mata cerca de duas mil pessoas por ano.
  • Não fumar e manter o índice de massa corporal no peso ideal contribui para prevenção do AVC.

O Instituto Mover realizou, nessa quinta-feira, 29, evento online durante o Dia Mundial do Acidente Vascular Cerebral, buscando conscientizar a população para esse problema que afeta quatro mil e 500 pessoas por ano, em Goiás. A ação contou com neurologistas, neurocirurgiões e voluntários da campanha “Não Deixe que Seja Você” para informar sobre as ferramentas de prevenção que podem salvar vidas.

Mais conhecido como Derrame, o AVC pode ser evitado em 90% dos casos, mas no nosso Estado ele mata cerca de duas mil pessoas por ano. De acordo com o neurologista e membro do Instituto Mover, Dr. Marco Aurélio, se o derrame for tratado de forma rápida, as possíveis sequelas são eliminadas ou reduzidas.

Especialistas apontam que a adoção de hábitos de vida mais saudáveis, como controle da pressão arterial, realização de atividades físicas, boa alimentação, não fumar e manter o índice de massa corporal no peso ideal contribui para prevenção do AVC.

Por: Anna Karolina com supervisão de Morgana Kelly

Goiânia define regras de visitação de cemitérios para o Dia de Finados

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • A Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia define uma série de protocolos para visitação dos cemitérios durante o feriado do Dia de Finados, em 2 de novembro.
  • Com o período eleitoral, a entrega de panfletos e bandeiras de candidatos está proibida nesses locais, pois assim como o dinheiro, os santinhos também contribuem na propagação da Covid-19.
  • A Secretaria orienta para a população adiantar a visita para o sábado e domingo que antecedem o feriado, evitando aglomerações em um único dia.

A Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia define uma série de protocolos para visitação dos cemitérios durante o feriado do Dia de Finados, em 2 de novembro. As medidas orientam a administração dos locais para evitar aglomerações e devem ser seguidas pela população para evitar a disseminação do Coronavírus.

Com o período eleitoral, a entrega de panfletos e bandeiras de candidatos está proibida nesses locais, pois assim como o dinheiro, os santinhos também contribuem na propagação da Covid-19.

A Secretaria orienta para a população adiantar a visita para o sábado e domingo que antecedem o feriado, evitando aglomerações em um único dia. Os visitantes devem evitar apertos de mãos e abraços para respeitar o distanciamento de 1,5 metros. O comércio de flores, velas e água mineral está permitido na parte externa dos locais.

Por: Anna Karolina com supervisão de Morgana Kelly

1 2 3 11