Secretaria Municipal de Saúde retorna à região Norte de Goiânia para mais uma etapa de testagem ampliada da Covid-19

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • A Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia retorna, nesta quarta-feira, à região Norte para mais uma semana de testagem ampliada da Covid-19 e segue até nesta quinta-feira.
  • O atendimento é feito das 08h às 17h e o morador deve apresentar o comprovante de endereço.
  • A vacina contra a febre amarela está disponível no local da testagem, para as pessoas a partir de 9 meses a menores de 59 anos.

A Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia (SMS) retorna, nesta quarta-feira, à região Norte para mais uma semana de testagem ampliada da Covid-19 e segue até nesta quinta-feira. Os testes são realizados por agendamento, na Escola Municipal Professora Marília Carneiro Azevedo Dias, no Jardim Guanabara III, nas modalidades drive thru e pedestre.

O atendimento é feito das 08h às 17h e o morador deve apresentar o comprovante de endereço. Nesta nova etapa, são beneficiados 102 bairros, que foram escolhidos devido ao maior número de internações por Coronavírus. Até o dia 22 de outubro, foram realizados mais de 90 mil testes.

A vacina contra a febre amarela está disponível no local da testagem, para as pessoas a partir de 9 meses a menores de 59 anos. É necessário levar o cartão de vacinação para fazer o controle de doses aplicadas anteriormente. Também continuam as vacinações contra o sarampo, para quem tiver entre 20 e 49 anos, independentemente do número de doses tomadas e contra a influenza, para todas as idades que ainda não foram imunizadas este ano. Segundo a diretora de Epidemiologia da Secretaria, Grécia Pessoni, o morador deve fazer o agendamento do teste de Covid-19 no site: saude.goiania.go.gov.br, escolher a modalidade e o melhor horário de atendimento.

Por: Anna Karolina com supervisão de Morgana Kelly

Contran suspendeu prazo para conclusão do processo de obtenção da CNH

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • O Conselho Nacional de Trânsito suspendeu, por tempo indeterminado, o prazo de 12 meses para finalização do processo para obtenção da Carteira Nacional de Habilitação.
  • O prazo para conclusão do processo de habilitação já havia sido prorrogado por seis meses.
  • No Estado, tramitam 131 mil processos de primeira habilitação.

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) suspendeu, por tempo indeterminado, o prazo de 12 meses para finalização do processo para obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). O objetivo é minimizar os impactos da pandemia do Coronavírus e impedir que o candidato perca a data limite, e tenha que reiniciar o procedimento.

O prazo para conclusão do processo de habilitação já havia sido prorrogado por seis meses. Porém, o tempo não foi suficiente para que os alunos dos Centros de Formação de Condutores (CFCs) cumprissem todas as etapas, que incluem exames, aulas e aprovação nas provas teóricas e práticas. Segundo o gerente de Habilitação do Detran Goiás, José Osvaldo, ressalta que inicialmente, devido aos protocolos sanitários, as bancas examinadoras e os agendamentos de provas foram reduzidos.

No Estado, tramitam 131 mil processos de primeira habilitação. O Contran também adotou medidas que beneficiam os CFCs, como a prorrogação por um ano da utilização dos veículos de aprendizagem e a validade dos cursos de formação, necessários para quem atua como instrutor e diretor de autoescolas. O gerente ainda destaca que a suspensão do prazo vale para primeira CNH e para inclusão de categoria, e que o candidato não terá prejuízos.

Por: Anna Karolina com supervisão de Morgana Kelly

PNAD destaca falhas na geração de empregos em Goiás

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Goiás criou 112 mil vagas de empregos, entre julho e setembro desse ano, porém o desemprego se mantém em mais de 13%.
  • A PNAD Covid-19, que é realizada a cada três meses desde o início da pandemia, informa que 75 mil vagas foram preenchidas por trabalhadores de menor qualificação técnica.
  • A atividade econômica em Goiás também terá potencial produtivo reduzido devido às novas configurações de trabalho.

Goiás criou 112 mil vagas de empregos, entre julho e setembro desse ano, porém o desemprego se mantém em mais de 13%. Mesmo com a retomada da economia no Estado, a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), aponta que ainda existem cerca de 480 mil goianos desocupados.

A PNAD Covid-19, que é realizada a cada três meses desde o início da pandemia, informa que 75 mil vagas foram preenchidas por trabalhadores de menor qualificação técnica, em setores de baixa produtividade. A pesquisa reforça que essa tendência do mercado tende a limitar o avanço da renda e condicionar o crescimento do profissional.

A atividade econômica em Goiás também terá potencial produtivo reduzido devido às novas configurações de trabalho, que a pandemia impôs ao setor de negócios no Estado.

Por: Anna Karolina com supervisão de Morgana Kelly

Hemorrede tem queda de 36% nas doações de sangue em Goiás

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • A Hemorrede Pública de Goiás registra queda de 36% nos estoques de doações de sangue, nos meses de setembro e outubro.
  • A orientação do Ministério da Saúde é para que os casos suspeitos e confirmados de Covid-19 aguardem o prazo de 30 dias após fim dos sintomas para doarem sangue.
  • Existem várias unidades que recebem as doações, o endereço e o telefone de cada uma delas está disponível no site do Hemocentro.

A Hemorrede Pública de Goiás registra queda de 36% nos estoques de doações de sangue, nos meses de setembro e outubro. Houve a redução das doações voluntárias devido à pandemia do Coronavírus, mas com a retomada das atividades no comércio e turismo, a demanda mensal do Estado é por quatro mil bolsas. O serviço de doação tem agendamento online e por telefone.

A orientação do Ministério da Saúde é para que os casos suspeitos e confirmados de Covid-19 aguardem o prazo de 30 dias após fim dos sintomas para doarem sangue. Segundo a diretora-geral da Hemorrede Pública de Goiás, Denyse Goulart, qualquer pessoa pode precisar de sangue.

Existem várias unidades que recebem as doações, o endereço e o telefone de cada uma delas está disponível no site do Hemocentro. A Hemorrede informa que para o voluntário marcar um horário para doação de sangue deve ligar no telefone: 0800 642 0457 ou pelo site: agenda.hemocentro.org.br.

Por: Anna Karolina com supervisão de Morgana Kelly

Governo de Goiás anunciou a liberação de 1,8 milhão em recursos para piscicultura em Minaçu

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • O Governo de Goiás anunciou, nesta terça-feira, a liberação de 1,8 milhões de reais para projetos de piscicultura, atividade que desenvolve o cultivo de peixes, em Minaçu, região Norte do Estado.
  • Os peixes já foram vendidos, além de Goiás, em Brasília, no Pará e em São Paulo.
  • O Governo também anunciou os programas Mais Crédito e Mais Empregos, e reforçou o apoio para a constituição de uma cooperativa, por meio da Secretaria da Retomada.

O Governo de Goiás anunciou, nesta terça-feira, a liberação de 1,8 milhões de reais para projetos de piscicultura, atividade que desenvolve o cultivo de peixes, em Minaçu, região Norte do Estado. O objetivo da iniciativa é estruturar a cadeia produtiva local da piscicultura, com foco em fomento à criação e produtividade, assistência técnica ao pequeno produtor e agricultor familiar, além do tratamento do pescado para comercialização. Os recursos são do Fundo de Fomento a Mineração (Funmineral) e serão utilizados para a aquisição de equipamentos e estruturação de frigorífico para abate e beneficiamento de tilápia. De acordo com a Radiografia do Agro da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Goiás (Seapa), em 2018 foram produzidas mais de 15,5 toneladas de pescado pelo setor aquícola no Estado, e desse total cerca de 60% foi de tilápia. Com a iniciativa serão contemplados piscicultores e pessoas em situação de vulnerabilidade social no município.

Segundo o presidente da Associação de Aquicultores do Parque Aquícola Conquista (AAQUIPAC) de Minaçu, Jadir Mendonça, os peixes já foram vendidos, além de Goiás, em Brasília, no Pará e em São Paulo. Ele ressalta que o investimento vai ajudar a fortalecer o sistema produtivo e comercial, além de aumentar a geração de emprego e renda na região.

O Governo também anunciou os programas Mais Crédito e Mais Empregos, e reforçou o apoio para a constituição de uma cooperativa, por meio da Secretaria da Retomada. Além disso, foram doados tanques-rede e alevinos para os piscicultores, e divulgado a disponibilização de curso de piscicultura e programa de assistência técnica e gerencial, que integram o projeto Agro é Social, que atende famílias rurais carentes.

Por: Anna Karolina com supervisão de Morgana Kelly

Procon Goiás alerta consumidores para prática abusiva feita por bancos e financeiras

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • O Procon Goiás alerta os consumidores, principalmente aposentados e pensionistas, para a prática abusiva feita por bancos e financeiras.
  • Até o dia 20 de outubro, foram realizadas 56 reclamações desse tipo, sendo que 70% delas são originadas de uma mesma empresa.
  • Após a conclusão dos processos administrativos e a comprovação da infração, as empresas serão autuadas e o valor da multa varia de R$ 650,00 a R$ 9 milhões.

O Procon Goiás alerta os consumidores, principalmente aposentados e pensionistas, para a prática abusiva feita por bancos e financeiras. Essas empresas estão contratando ou renovando empréstimo consignado sem a autorização do beneficiado, o que é proibido pelo Código de Defesa do Consumidor (CDC).

Até o dia 20 de outubro, foram realizadas 56 reclamações desse tipo, sendo que 70% delas são originadas de uma mesma empresa. Segundo o superintendente do Procon Goiás, Allen Viana, além da abordagem por ligação, essas instituições financeiras também creditam antecipadamente o dinheiro, sem comunicar o consumidor.

Após a conclusão dos processos administrativos e a comprovação da infração, as empresas serão autuadas e o valor da multa varia de R$ 650,00 a R$ 9 milhões, dependendo do tamanho da instituição financeira e se há reincidência. A instrução é para que o consumidor fique atento às suas movimentações bancárias. Em caso de suspeita, é importante entrar em contato com o banco para identificar a origem da transação. Caso haja dificuldade ou cobrança para a realização da anulação do empréstimo, basta acessar o site: proconweb.ssp.go.gov.br e registrar uma reclamação.

Por: Anna Karolina com supervisão de Morgana Kelly

Alta no preço dos produtos de construção pode elevar preço dos imóveis na capital

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Dados da Câmara Brasileira da Indústria da Construção mostrou que em Goiás as empresas indicaram aumento nos preços de materiais de construção durante a pandemia da Covid-19.
  • A tendência é que ocorra a alta nos preços dos imóveis, que pode variar entre 5% a 10% a mais no orçamento.
  • O Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV Ibre) indicou que 40% da indústria e construção civil registra desabastecimento de produtos ou dificuldade de entrega.

Dados da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) mostrou que em Goiás as empresas indicaram aumento nos preços de materiais de construção durante a pandemia da Covid-19. Para 51% delas o aço aumentou mais de 10%, já 40% apontou o cimento e 72% o bloco cerâmico. Cenário que de acordo com a Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Goiás (Ademi-GO) pode influenciar no lançamento de empreendimentos na capital e elevar o valor da obra.

Segundo o presidente da Ademi, Fernando Razuk, algumas construções podem ser paralisadas e terem o lançamento atrasado, e essa situação de diminuição deve acelerar a questão da oferta e demanda. E a tendência é que ocorra a alta nos preços dos imóveis, que pode variar entre 5% a 10% a mais no orçamento. Por outro lado, ele destaca que mesmo com esse aumento, as vendas no mercado imobiliário não devem diminuir, pois o setor continua aquecido, e, além disso, está mais facilitada a oferta de financiamento, e condições de pagamento com parcelas mais baratas e juros baixos.

O Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV Ibre) indicou que 40% da indústria e construção civil registra desabastecimento de produtos ou dificuldade de entrega. E com isso, o presidente ainda destacou que a falta desses insumos pode impactar no cronograma de obras, mas ressaltou que algumas incorporadoras mais profissionais conseguem negociar com os fornecedores prazo que não afete na entrega do empreendimento, o que gera mais segurança para o comprador.

Por: Anna Karolina com supervisão de Morgana Kelly

Governo de Goiás lançou o Programa Goiás em Movimento: Eixo Sinalização

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • O Governador Ronaldo Caiado lançou o Programa Goiás em Movimento no eixo sinalização.
  • Caiado destacou a importância do programa para melhorar a malha viária estadual e com isso trazer mais segurança ao motorista no tráfego.
  • Na oportunidade, o Governo entregou, 10 motocicletas, 5 mil cones e 150 cavaletes para o Comando de Policiamento Rodoviário (CPR) da Polícia Militar.

O Governador Ronaldo Caiado lançou o Programa Goiás em Movimento no eixo sinalização. A iniciativa foi criada para manter ações prioritárias e adotar projetos de infraestrutura e obras primordiais no Estado. Nesta etapa, serão investidos cerca de R$ 76 milhões para implantar e restaurar a sinalização horizontal, vertical e tachas refletivas das rodovias goianas. Segundo o presidente da Agência Goiana de Insfraestrutura e Transportes (Goinfra), Pedro Sales, foram contratadas empresas para realizar os serviços nas cinco regiões do Estado, e a previsão é que sejam feitos mais de 70 mil metros quadrados de sinalização vertical e 7,2 mil quilômetros na horizontal.

Caiado destacou a importância do programa para melhorar a malha viária estadual e com isso trazer mais segurança ao motorista no tráfego. E ressaltou ainda que tem se esforçado para realizar esses investimentos, mesmo com as dificuldades financeiras no Estado.

Na oportunidade, o Governo entregou, 10 motocicletas, 5 mil cones e 150 cavaletes para o Comando de Policiamento Rodoviário (CPR) da Polícia Militar, que serão utilizados nas operações de policiamento, fiscalização e bloqueios rodoviários.

Por: Anna Karolina com supervisão de Morgana Kelly

Chuvas causam transtornos para feirantes na Praça do Trabalhador, ainda em reforma

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • As chuvas nesse final de semana provocaram alagamento, lama e buracos na Praça do Trabalhador, no Setor Norte Ferroviário, causando prejuízo nas vendas dos trabalhadores da Feira Hippie e da Madrugada.
  • Ainda faltam quase 30% para o término da reforma, que teve entrega adiada várias vezes e agora está prevista para o dia 29 de dezembro de 2020.
  • Em nota, a Seplanh afirma estar realizando trabalho junto da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra) para planejar ações durante o período chuvoso.

As chuvas nesse final de semana provocaram alagamento, lama e buracos na Praça do Trabalhador, no Setor Norte Ferroviário, causando prejuízo nas vendas dos trabalhadores da Feira Hippie e da Madrugada. O presidente da Associação dos Feirantes da Feira Hippie, Valdivino da Silva, quer a transferência de local de cerca de 600 bancas para a parte alta da praça, a medida vai ajudar os feirantes.

A Secretaria Municipal de Planejamento Urbano e Habitação (Seplanh) assumiu recentemente as obras de reforma e revitalização da praça, após problemas financeiros na empresa Ventuno. Ainda faltam quase 30% para o término da reforma, que teve entrega adiada várias vezes e agora está prevista para o dia 29 de dezembro de 2020.

Em nota, a Seplanh afirma estar realizando trabalho junto da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra) para planejar ações durante o período chuvoso, com objetivo de minimizar o impacto e melhorar as condições de trabalho dos feirantes até o término das obras.

Por: Anna Karolina com supervisão de Morgana Kelly

HGG retoma consultas, exames e cirurgias de forma eletiva

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • O Hospital Estadual Alberto Rassi (HGG) retoma, nessa terça-feira, as consultas, os exames diagnósticos e as cirurgias eletivas, que estavam suspensas devido à pandemia do Coronavírus.
  • No primeiro mês, o hospital vai atender 60% da capacidade total de cirurgias eletivas e 20% da capacidade para consultas presenciais.
  • A administração do HGG informa que o paciente só poderá entrar no hospital 40 minutos antes do horário marcado para atendimento.

O Hospital Estadual Alberto Rassi (HGG) retoma, nessa terça-feira, as consultas, os exames diagnósticos e as cirurgias eletivas, que estavam suspensas devido à pandemia do Coronavírus. O paciente não precisa marcar o atendimento, pois o comunicado de agendamento será por telefone e para acompanhar as informações deve acessar o Observatório de Consultas, no site do HGG.

No primeiro mês, o hospital vai atender 60% da capacidade total de cirurgias eletivas e 20% da capacidade para consultas presenciais e alguns dos exames diagnósticos.

A administração do HGG informa que o paciente só poderá entrar no hospital 40 minutos antes do horário marcado para atendimento. Ele receberá no celular uma animação em vídeo em que serão explicados os procedimentos sanitários que devem ser seguidos dentro da unidade. As informações do agendamento estarão disponíveis no site www.hospitalalbertorassi.org.br .

Por: Anna Karolina com supervisão de Morgana Kelly

1 2 3 4 11