CNBB: Papa Francisco recebe delegação do Movimento Laudato Si

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Na última quinta-feira, o Papa Francisco recebeu na antessala da Sala Paulo VI uma delegação do Movimento Laudato Si.
  • Estiveram presentes no encontro, duas lideranças indígenas do Pará
  • Movimento que tem o foco de suas atividades na ecologia integral, mas também o compromisso internacional e constante inspiração de ação na Encíclica do Papa sobre o cuidado com a Casa Comum.

Na última quinta-feira, o Papa Francisco recebeu na antessala da Sala Paulo VI uma delegação do Movimento Laudato Si que até 29 de julho foi chamado Movimento Católico Global pelo Clima, que tem o foco de suas atividades na ecologia integral, mas também o compromisso internacional e constante inspiração de ação na Encíclica do Papa sobre o cuidado com a Casa Comum.

Estiveram presentes no encontro, duas lideranças indígenas do Pará entre eles, o Cacique Dadá Borari e Poraborari, da terra indígena Maró, no município de Santarém, oeste do Pará que contaram que o Papa Francisco dançou o Surara e na conversa deu esperança a eles.

Segundo eles, a Igreja Católica tem sua importância no mundo, tem suas influências no mundo, e no momento em que o cacique recebe um convite para se encontrar com Papa Francisco, e neste momento o Papa assume o compromisso em criar uma aliança pela defesa e a manutenção dos direitos originários dos povos indígenas, povos tradicionais, isso é muito importante porque a Igreja está reconhecendo o seu papel social, não só o religioso mas também este outro papel com os povos, que há muito tempo foram dizimados e invisibilizados.

As lideranças acompanhavam a movimentação em torno da votação do marco temporal pelo Supremo Tribunal Federal, mas também falaram sobre os inúmeros testes realizados antes de chegar na Itália, incluindo a quarentena de 10 dias e ao final exortaram todos a usar máscara, álcool gel, e ter cuidado consigo mesmo e com os outros.

Com aproximadamente 6 mil indígenas aguardando a decisão em frente ao prédio do Supremo Tribunal Federal (STF), o julgamento sobre a tese do “ marco temporal” das demarcações de terras tradicionalmente ocupadas por povos originários foi novamente adiado. A pauta será retomada na quarta-feira, dia 1.º, mas ainda sem previsão de encerramento a curto prazo.

Por: Morgana Kelly

Aparecida de Goiânia: Feirantes debatem reivindicações na Câmara e devem se inscrever para volta das atividades até dia 30 de setembro

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Em Aparecida de Goiânia, atualmente, existem 70 feiras livres e nove feiras especiais.
  • Em última reunião na Câmara Municipal estiveram presentes estes representantes desta classe de trabalhadores e do Poder Executivo.
  • Todos os feirantes, já ativos ou novos interessados em trabalhar nas feiras livres do município, estão convocados para cadastrarem suas barracas na Secretaria de Planejamento e Regulação Urbana.

Em Aparecida de Goiânia, atualmente, existem 70 feiras livres e nove feiras especiais. Em última reunião na Câmara Municipal estiveram presentes estes representantes desta classe de trabalhadores e do Poder Executivo. Entre as principais queixas, a categoria cobra por mais segurança. Essa foi uma reclamação quase unânime dos feirantes.

Entre as principais problemas, o destaque foi para a falta de segurança e a necessidade de aumentar os espaços das feiras, para comportar aqueles que começaram as atividades após as primeiras restrições por conta da pandemia.

Todos os feirantes de Aparecida, já ativos ou novos interessados em trabalhar nas feiras livres do município, estão convocados para cadastrarem suas barracas na Secretaria de Planejamento e Regulação Urbana de Aparecida o município a partir do dia 1º de setembro.

Os trabalhadores têm até o dia 30 do próximo mês para regularizarem a situação junto à prefeitura. O cadastro é obrigatório. Será permitida a montagem do stande ou barraca no município apenas para quem estiver regularizado. Os trabalhadores que já estão cadastrados devem receber o requerimento da secretaria pelo e-mail ou Whatsapp.

Por: Morgana Kelly

CNBB: Pastoral Familiar inicia série de lives com movimentos que atuam com famílias

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • O Movimento Familiar Cristão (MFC) foi o primeiro movimento eclesial que está atuando com famílias a partilhar sua história e missão na série de lives.
  • A série de lives está inserida dentro do contextos das celebrações do Ano Família e busca fortalecer a ‘pastoral de conjunto’.
  • As lives são intituladas por: “Carismas a serviço das famílias”, e promovidas pela Pastoral Familiar.

Desde a última quarta-feira, dia 25 de agosto, o Movimento Familiar Cristão (MFC) foi o primeiro movimento eclesial que está atuando com famílias a partilhar sua história e missão na série de lives “Carismas a serviço das famílias”, promovida pela Pastoral Familiar.

Conduzida pelo assessor eclesiástico do Setor Casos Especiais da Comissão Nacional da Pastoral Familiar (CNPF), padre Fernando Rodrigues Francisco, a primeira live teve a participação do casal Rubens Carvalho e Rosana Neves, da Coordenação Nacional do Movimento Familiar Cristão (MFC) que foi o primeiro movimento eclesial que está atuando com o Brasil. A série de lives está inserida dentro do contextos das celebrações do Ano Família e busca fortalecer a ‘pastoral de conjunto’.

Durante as transmissões ao vivo, estão sendo partilhadas experiências de famílias que fazem parte dos movimentos eclesiais. Os representantes falam como a iniciativa pode ajudar na evangelização de mais famílias e como fazer parte deles e também tem oportunidade de refletir como tem sido a integração com a Pastoral Familiar da CNBB.

As lives serão realizadas semanalmente até novembro, com um intervalo durante a Semana Nacional da Vida, de 1º a 8 de outubro. No próximo quarta-feira, dia 08 de setembro vai ter a live intitulada por: Encontro de Casais com Cristo (ECC), Logo após, dia 15 de setembro será a Movimento dos Focolares, no dia 22 vai ser a live: Equipes de Nossa Senhora (ENS) e dia 29, vai ser o dia da Renovação Carismática Católica (RCC).

Em outubro vão iniciar com a live: Aliança de Casais com Cristo (ACC) no dia 13, no dia 20, quarta-feira vai ser o Movimento de Cursilho de Cristandade (MCC Brasil) e no dia 27, o Caminho Neocatecumenal.

Para finalizar em novembro vão realizar a live na quarta-feira, dia 10 sobre Orientação para Vivência Sacramental (OVISA) e no dia 17 do mesmo mês será realizada a live Encontro Matrimonial Mundial (EMM).

Por: Morgana Kelly

Goiânia: Prefeitura anuncia novas mudanças no trânsito do Centro

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Em Goiânia, a Secretaria Municipal de Mobilidade (SMM) anunciou a segunda etapa do processo de mudança de rotas de trânsito na região Central.
  • Será criado um corredor viário do Centro até o Setor Sul.
  • As alterações são provocadas pela construção do BRT Norte-Sul e as medidas passam a valer a partir do próximo sábado (28), às 7h30 da manhã.

Em Goiânia, a Secretaria Municipal de Mobilidade (SMM) anunciou a segunda etapa do processo de mudança de rotas de trânsito na região Central. As alterações são provocadas pela construção do BRT Norte-Sul e as medidas passam a valer a partir do próximo sábado (28), às 7h30 da manhã.

Nesta fase, as ruas 20 e 24 vão ter o sentido, os novos acessos começarão às 6h da manhã de sábado (28), com o fechamento das ruas 20 e 24 com inversão dos sentidos às 7h30. Para a próxima semana, secretário de Mobilidade, Horácio Mello pontuou que serão apresentadas mudanças para o Jardim América em três etapas e depois será a vez do Setor Sul.

Será criado um corredor viário do Centro até o Setor Sul. Para isso, a Rua 24 a partir do cruzamento com a Rua 4 passa a ter sentido único até a Rua 10 (Av. Universitária); Cria-se também um novo corredor que vem desde a Goiás Norte passando pela Alameda Contorno, no Mutirama e circulando o Instituto Federal de Goiás, campus Goiânia;

A Avenida Anhanguera terá um novo semáforo chegando até a Rua 10 na avenida Universitária, com outro semáforo que vai permitir tanto a conversão sentido Praça Universitária quanto Praça Cívica. A Rua 93 passa a ser sentido único até a Viela 93-A, também sentido único até a Rua Dr. Olinto Manso Pereira (Rua 94);

Um corredor viário para a Rua 83 terá um novo semáforo de acesso a esquerda e direita, criando conversões e deslocamentos mais fáceis para o setor Sul; A Rua 20 a partir da Catedral Metropolitana passa a ter novo sentido de circulação da Rua 10 até Avenida Anhanguera, com conversão à esquerda ou à direita.

.

Por: Morgana Kelly

Arquidiocese de Goiânia: Semana de Devoção ao Beato Carlo Acutis

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Em Goiânia, a Paróquia Nossa Senhora Aparecida, do Conjunto Primavera, e a Paróquia Imaculado Coração de Maria, em Goianira, vão promover a Semana de Devoção ao Beato Carlo Acutis.
  • No encerramento da Semana de Devoção ao Beato Carlo Acutis vai ser lançado o livro: “Foi Carlo! Relatos desconhecidos de um millennial que se tornou santo”.
  • O evento está sendo realizado em âmbito arquidiocesano de forma virtual e também presencial.

Em Goiânia, a Paróquia Nossa Senhora Aparecida, do Conjunto Primavera, e a Paróquia Imaculado Coração de Maria, em Goianira, vão promover a Semana de Devoção ao Beato Carlo Acutis. O evento está sendo realizado em âmbito arquidiocesano de forma virtual e também presencial, até o dia 28 de agosto, seguindo todos os protocolos sanitários devido à pandemia da Covid-19.

No encerramento da Semana de Devoção ao Beato Carlo Acutis vai ser lançado o livro: “Foi Carlo! Relatos desconhecidos de um millennial que se tornou santo”. O livro foi escrito pelo padre Fábio Vieira da Diocese de Corumbá no Mato Grosso do Sul. O lançamento vai acontecer no próximo sábado, dia 28 de agosto, às 19h, na Chácara Estrela de Davi, no Conjunto Primavera. Para mais informações, deve se entrar em contato pelo telefone e WhatsApp: (62) 99545-1904.

Padre Fábio Vieira, escritor do livro mencionado, graduou-se em Pedagogia, na cidade de São Carlos, e realizou pós-graduação em Comunicação Social. No ano de 2011, assumiu a Paróquia Catedral Nossa Senhora da Candelária, atuando também como Juiz Auditor do Tribunal Eclesiástico Interdiocesano até 5 de janeiro de 2020. Após, dedicou-se a um ano de estudos e de trabalho na cidade de Assis-Itália junto à Associação Amigos de Carlo Acutis, trabalhando, também, na causa da Beatificação do padroeiro.

Carlo Acutis nasceu em 1991, em Londres, viveu em Milão e faleceu em 2006, em Monza, de uma leucemia fulminante. Em 2018, foi declarado Venerável. Em 6 de abril de 2019, seus restos mortais foram trasladados para o Santuário do Despojamento em Assis. Foi beatificado no dia 10 de outubro de 2020, na Basílica de São Francisco de Assis, na Itália. Sua festa litúrgica é celebrada no dia 12 de outubro. É padroeiro da juventude e da internet.

Por: Morgana Kelly

Goiânia: Grupo para mulheres vítimas de violência inicia nesta semana

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Em Goiânia, iniciou o grupo reflexivo para mulheres vítimas de violência doméstica, nesta quarta-feira.
  • O projeto consiste em sessões terapêuticas no intuito de combater a violência doméstica.
  • A primeira de cinco sessões vai ser realizada no auditório da sede da Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres.

Em Goiânia, iniciou o grupo reflexivo para mulheres vítimas de violência doméstica, nesta quarta-feira. A primeira de cinco sessões vai ser realizada no auditório da sede da Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres (SMPM), na modalidade presencial.

Ao todo, serão atendidas 30 mulheres que se apresentaram de forma espontânea ou foram encaminhadas pela justiça. O grupo vai ser coordenado pela equipe multidisciplinar do Centro de Referência Cora Coralina (CRCC).

O projeto consiste em sessões terapêuticas no intuito de combater a violência doméstica. Com isso, uma vez por semana, as mulheres vão se reunir em um espaço de acolhimento, escuta e reflexão para que elas compreendam os diversos tipos de violência que podem estar passando e possam quebrar o ciclo.

As mulheres vítimas de violência doméstica que queiram participar dos grupos reflexivos podem procurar a Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres ou pelo telefone: 3524-2933, das 8h às 17h. As candidatas devem passar por atendimento psicológico antes das sessões do grupo.

Segundo a pasta, a sessão vai seguir os cuidados sanitários necessários, como distanciamento de dois metros entre os participantes, disponibilização de álcool em gel, uso obrigatório de máscara e higienização do ambiente.

O Centro de Referência Cora Coralina conta, desde fevereiro de 2019, com grupos reflexivos para os autores de violência doméstica, que são encaminhados de forma compulsória pelos juízes dos respectivos processos na Lei Maria da Penha.

Por: Morgana Kelly

1 2 3 4 5