Câmara Municipal de Goiânia discute sobre projeto do Imas

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • A Câmara Municipal de Goiânia volta a discutir sobre o projeto que destina 8 milhões de reais ao Imas.
  • O vereador Clécio Alves (MDB) afirma que a intenção é garantir que este recurso chegue ao Instituto.
  • Sobre as eleições 2020, o vereador aproveita e fala que defende a candidatura do prefeito Iris Rezende, mas diz que se o atual prefeito não se reeleger, ele garante a sua candidatura.
Foto: Juliana Barros

A Câmara Municipal de Goiânia volta a discutir sobre o veto do prefeito Iris Rezende (MDB) dado ao projeto que destina R$ 8 milhões ao Instituto Municipal de Assistência à Saúde e Social dos Servidores Municipais de Goiânia (Imas).  O projeto é de autoria do vereador e também vice-presidente da Câmara Municipal de Goiânia, Clécio Alves (MDB), que afirma que a intenção é garantir que este recurso chegue ao Instituto.

Sobre as eleições 2020, o vereador aproveita e fala que defende a candidatura do prefeito Iris Rezende, mas diz que se o atual prefeito não se reeleger, ele garante a sua candidatura.

Clécio Alves iniciou sua vida pública em 1996, é emedebista e foi vereador durante 5 mandatos consecutivos.

Por: Morgana Kelly

Venda clandestina de remédios na internet

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • A busca exagerada pelo corpo perfeito é influenciada pelas redes sociais e leva ao desespero para estar magro de forma rápida.
  • Na internet são comercializados medicamentos sem procedência e sem autorização da agência nacional de vigilância (ANVISA).
  • O Ministério Público de Goiás denunciou em janeiro, 30 pessoas envolvidas na distribuição e revenda de remédios para emagrecer.

A busca exagerada pelo corpo perfeito é influenciada pelas redes sociais, e leva ao desespero para estar magro de forma rápida. A pessoa que não presta atenção acaba acreditando em remédios milagrosos que ajudam a emagrecer, sem precisar mudar a alimentação ou fazer atividade física. E diante desta situação, acabam caindo em golpes de remédios falsificados.

Na internet são comercializados medicamentos sem procedência e sem autorização da agência nacional de vigilância (ANVISA).

O promotor de justiça da cidade de São Simão, Fabrício Lamas, participou de uma operação que investiga a venda clandestina de medicamentos e sobre os riscos de comprar remédios pela internet ressalta: “O problema maior que existe, quando se compra produto e não se sabe a procedência, é que muitos dos consumidores terão dificuldades para identificar as empresas para possíveis questões jurídicas.”

O Ministério Público de Goiás denunciou em janeiro, 30 pessoas envolvidas na distribuição e revenda de remédios para emagrecer. Os crimes foram apurados pela operação Dieta Sadia.

Por: Morgana Kelly

Covid-19 conhecido como Coronavírus preocupa crescimento econômico mundial

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • A propagação do covid-19, também conhecido como Coronavírus, afeta diferentes áreas, inclusive a economia mundial.
  • Para conter o surto da doença a China gastou cerca de 263 bilhões de reais.
  • Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) o número de casos confirmados de infecção pelo vírus, é de 43 mil pessoas e 1.017 mortes no mundo.

A propagação do covid-19, também conhecido como Coronavírus, afeta diferentes áreas, inclusive a economia mundial. De acordo com a especialista em economia internacional e professora da Faculdade de Administração da Universidade Federal de Goiás, Andreia Lucena, para conter o surto da doença a China gastou cerca de 263 bilhões de reais. O impacto foi de 2% no PIB. Esse é o maior gasto na área da saúde que a China já teve em 20 anos.

A professora ressalta que como a China teve que exigir maior recurso financeiro para tentar controlar a doença,  deixou de movimentar o mercado mundial. O que acabou diminuindo o investimento em atividades produtivas de outras empresas ao redor do mundo.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) o número de casos confirmados de infecção pelo vírus,  é de 43 mil pessoas e 1.017 mortes no mundo. No Brasil, o Ministério da Saúde, informa que seis pessoas são suspeitas de ter o coronavírus, três em São Paulo, dois no Rio de Janeiro e um em Minas Gerais. O Grupo de 34 pessoas repatriadas, deve ficar em quarentena no local por 18 dias. 

Por: Morgana Kelly

Vereador apresenta projeto para reduzir recesso parlamentar

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • O vereador Paulo Magalhães (PSD), apresentou projeto com a proposta de reduzir de 45 para 30 dias, o recesso dos parlamentares.
  • Caso aprovado, o novo período de sessão legislativa irá acontecer entre 16 de janeiro a 16 de julho e de 1° de agosto a 31 de dezembro.
  • O vereador acredita que com a ajuda na divulgação e o apoio da população, o projeto pode conseguir o número necessário de votos para ser aprovado.  

Com o retorno das sessões ordinárias na Câmara Municipal de Goiânia, o vereador Paulo Magalhães (PSD), apresentou projeto com a proposta de reduzir de 45 para 30 dias, o recesso dos parlamentares.

Caso aprovado, o novo período de sessão legislativa irá acontecer entre 16 de janeiro a 16 de julho e de 1° de agosto a 31 de dezembro. Paulo Magalhães explica que o salário mensal dos servidores já é o suficiente, e atualmente é necessário valorizar ainda mais a classe trabalhadora.

O vereador acredita que com a ajuda na divulgação e o apoio da população, o projeto pode conseguir o número necessário de votos para ser aprovado.

Por: Morgana Kelly

Especialista alerta sobre as constantes chuvas em Goiânia

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Chuva em Goiânia chega a registrar em 1 hora, 30% do volume de água previsto para todo o mês.
  • Em toda a cidade existem mais de 50 pontos em situação de risco.
  • Se houver alguma situação de risco em função das chuvas, a população pode entrar em contato com a Defesa Civil, pelo número 3524-4080, ou com o Corpo de Bombeiros, pelo 193.

O início de 2020 foi marcado por bastante chuva em Goiânia, esta chegou a registrar em 1 hora, 30% do volume de água previsto para todo o mês. Isso causou diversos estragos na Capital, deixando ruas alagadas, árvores e postes caídos e o registro de ventos fortes. 

Em toda a cidade existem mais de 50 pontos em situação de risco. A Defesa Civil monitora 24 horas esses locais durante o período de chuva. O coordenador executivo da Defesa Civil Municipal, Francisco Vieira, ressalta que mesmo com a elaboração do projeto de drenagem urbana, as fortes chuvas podem trazer transtornos em áreas ribeirinhas.

Se houver alguma situação de risco em função das chuvas, a população pode entrar em contato com a Defesa Civil, pelo número 3524-4080, ou com o Corpo de Bombeiros, pelo 193.

Por: Morgana Kelly

Chuva intensa faz preço de hortifrúti subir

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Frutas e verduras ficaram mais caras na Central de Abastecimento de Goiás (Ceasa-GO) por causa das chuvas nos últimos dias.
  • A caixa do legume antes vendida por 60 reais chegou a ser vendida por 150 reais.
  • O aumento que acaba refletindo diretamente no bolso do consumidor, pois encarece os preços do hortifrúti nos supermercados.

Frutas e verduras ficaram mais caras na Central de Abastecimento de Goiás (Ceasa-GO) por causa das chuvas nos últimos dias. De acordo com o gerente da divisão técnica da Ceasa-GO, Josué Lopes Siqueira, o período chuvoso deixou os preços da cenoura, do tomate, do chuchu e do repolho bastante alterados.


Siqueira diz que a maior elevação ocorreu no preço da caixa do chuchu, que teve uma alta acima de 100%. A caixa do legume antes vendida por 60 reais chegou a ser vendida por 150 reais.


O aumento que acaba refletindo diretamente no bolso do consumidor, pois encarece os preços do hortifrúti nos supermercados.

Por: Morgana Kelly

Hemorrede de Goiás incentiva a Doação de Sangue

Tempo de Leitura: 2 minutos

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Em Goiás, enquanto as doações de sangue diminuem, devido ao período de férias, a demanda aumenta, já que tem um maior volume de carros nas estradas e existe um aumento de acidentes.
  • A Hemorrede Pública do Estado de Goiás está constituída pelo Hemocentro Coordenador localizado em Goiânia e mais oito de outros municípios.
  • Os requisitos básicos para fazer uma doação de sangue são: estar saudável, ter peso acima de 50 kg, entre outros.

Em Goiás, enquanto as doações de sangue diminuem, devido ao período de férias, a demanda aumenta, já que tem um maior volume de carros nas estradas e existe um aumento de acidentes.

Segundo a Diretora Geral do Hemocentro de Goiás, Denyse Goulart, a Hemorrede Pública do Estado de Goiás está constituída: pelo Hemocentro Coordenador localizado em Goiânia; por quatro Hemocentros Regionais localizados nos municípios de: Ceres, Catalão, Rio Verde e Jataí e quatro unidades de coleta e transfusão localizadas em: Formosa, Porangatu, Iporá e Quirinópolis.

Os requisitos básicos para fazer uma doação de sangue são: estar saudável, ter peso acima de 50 kg, apresentar documento com foto que seja válido em todo o território nacional e ter idade entre 16 e 69 anos. Se a pessoa tiver menos que 18 anos, é necessária autorização dos pais ou responsáveis e, se acima de 60 anos, ter realizado pelo menos uma doação até essa idade.

Por: Morgana Kelly

Em Goiás, mulheres avançam em profissões dominadas por homens

Tempo de Leitura: 2 minutos

RESUMO DA NOTÍCIA

  • As mulheres ocupam cada vez mais cargos de extrema importância no mercado.
  • O grupo do Facebook, “Indique uma Mana em Goiás”, tem o intuito de fomentar trabalhos, que antes eram vistos como atuação majoritariamente masculina, mas que agora são executados por mulheres, mulheres CIS e trans.
  • O grupo não permite adicionar ou indicar homens.

As mulheres ocupam cada vez mais cargos de extrema importância no mercado. As profissionais demonstram que a força da representatividade feminina em novos espaços é fundamental para quebrar os estereótipos de gênero que ainda existem na nossa construção social.

A qualificação pode abrir as portas de mercados antes frequentados só por homens, mas ainda é preciso lutar por reconhecimento e direitos para as mulheres nesses espaços. É o que o grupo do Facebook, formado apenas por mulheres, “Indique uma Mana em Goiás”, faz.

O grupo tem o intuito de fomentar trabalhos, que antes eram vistos como atuação majoritariamente masculina, mas que agora são executados por mulheres, mulheres CIS e trans.

A Churrasqueira, Carol Cândida, afirma que atua no grupo e sobre sua profissão acredita que a mulher também consegue executar de forma sensata e prudente.

De acordo com a Carol Cândida, o grupo “Indique uma Mana” foi criado em Goiás há cerca de dois anos e diversas manas, como são chamadas as seguidoras do grupo, não permitem adicionar ou indicar homens nesta página do Facebook.

Por: Morgana Kelly

Câmara realiza audiência pública para discutir tombamento de imóveis históricos

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Acontece hoje a audiência pública na Câmara Municipal de Goiânia, para analisar o tombamento de 339 imóveis.
  • O tema da audiência pública é direcionada aos proprietários desses imóveis, de relevante valor histórico, que já foram selecionados pela prefeitura de Goiânia.
  • Atualmente apenas 56 imóveis são tombados em toda Goiânia, segundo dados apontados pelo MP-GO.

Acontece hoje a audiência pública na Câmara Municipal de Goiânia, para analisar o tombamento de 339 imóveis de relevante valor histórico e cultural, nas regiões do Centro, Setor Sul e Setor Campinas.

O tema da audiência pública é direcionada aos proprietários desses imóveis que já foram selecionados pela prefeitura de Goiânia. A vereadora Sabrina Garcez alega que a Prefeitura não está propondo nenhum tipo de incentivo aos moradores, para manutenção desses imóveis.

Atualmente apenas 56 imóveis são tombados em toda Goiânia, segundo dados apontados pelo Ministério Público de Goiás (MP-GO). E esses locais são os únicos que constam dentro do Plano Diretor de Goiânia.

Por: Morgana Kelly

Ausência dos deputados afeta os trabalhos na Câmara

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • A ausência dos deputados triplica durante votações na Câmara.
  • Muitos parlamentares voltam a suas bases eleitorais para fazer campanha para outros candidatos.
  • Em Goiás não é diferente, e isso vem causando atrasos na votação de projetos.

Um Levantamento feito pela Folha de São Paulo, apontou que a ausência dos deputados triplica durante votações na Câmara, meses antes das eleições. Isso ocorre porque muitos parlamentares voltam a suas bases eleitorais para fazer campanha para outros candidatos.

Aqui em Goiás não é diferente, e isso vem causando atrasos na votação de projetos e deixando o serviço no legislativo mais lento. O deputado federal, Elias Vaz, afirma que para não afetar os trabalhos, é necessário se afastar durante o processo eleitoral.

Para as eleições deste ano, o nome do deputado Elias Vaz é cogitado para ser um dos candidatos a prefeito de Goiânia.

Por: Morgana Kelly

1 2 3 9