Férias de julho: CPR reforça fiscalização nas rodovias estaduais

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • O Comando de Policiamento Rodoviário, o CPR, iniciou à Operação Férias que vai se estender até o dia três de agosto.
  • O objetivo é intensificar a fiscalização nas estradas goianas, com foco principal naquelas que dão acesso as principais cidades turísticas de Goiás.
  • A previsão é que muitas famílias peguem as estradas durante este mês de julho.

O Comando de Policiamento Rodoviário, o CPR, iniciou à Operação Férias que vai se estender até o dia três de agosto. O objetivo é intensificar a fiscalização nas estradas goianas, com foco principal naquelas que dão acesso as principais cidades turísticas de Goiás, já que a previsão é que muitas famílias peguem as estradas durante este mês de julho.

Segundo o Tenente Coronel Ailton Batista Limeira, subcomandante regional do CPR, o intuito é inibir os abusos, e coibir excessos.

A estimativa é que o movimento nas rodovias goianas durante este mês de julho aumente em pelo menos 30%. Se não fosse a pandemia, este número seria maior que 80%.

O trabalho nas rodovias nos quase 40 pontos fixos existentes em todo o estado vai ser feito por policiais que poderão ser deslocados para ajudar nas barreiras sanitárias que estão sendo montadas em algumas cidades do interior.

Por: Morgana Kelly

Cenário Laranja: Ações da Prefeitura de Aparecida de Goiânia para conter e combater o Coronavírus

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Aparecida de Goiânia segue com o isolamento social intermitente e ao chegar no cenário laranja que é de risco alto, a cidade adotou novas medidas para fazer o enfrentamento à pandemia.
  • Começou a aplicação das regras do cenário laranja. Então, cada macrozona vai fechar duas vezes de segunda a sexta-feira.
  • A cidade inteira fecha aos sábados, a partir da 13h, e aos domingos o dia todo, exceto os serviços essenciais.

Aparecida de Goiânia segue com o isolamento social intermitente e ao chegar no cenário laranja que é de risco alto, conforme Matriz de Risco do Ministério da Saúde, a cidade adotou novas medidas para fazer o enfrentamento à pandemia.

Neste modelo de isolamento aplicado efetivamente de forma escalonada em quatro cenários de macrozonas. Aparecida foi dividida em 10 regiões. No dia de fechamento de cada macrozona, entre segunda e sexta, fecham-se até supermercados, padarias e postos de combustíveis.

Diante disto, começou a aplicação das regras do cenário laranja. Então, cada macrozona vai fechar duas vezes de segunda a sexta-feira e a cidade inteira fecha aos sábados, a partir da 13h, e aos domingos o dia todo, exceto os serviços essenciais.

O secretário de Saúde, Alessandro Magalhães, explica que decisões foram tomadas pelo Comitê de Enfrentamento ao novo Coronavírus de Aparecida, com base em nota técnica da Secretaria de Saúde de Aparecida e dados científicos.

De acordo com o decreto, o descumprimento das regras estabelecidas e nos protocolos específicos da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) vai poder mediante fiscalização da Vigilância Sanitária municipal, ocasionar multa e interdição dos estabelecimentos.

Por: Morgana Kelly

Mercado de trabalho na área de Tecnologia e Inovação está em alta em meio à pandemia

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Em meio à crise provocada pela pandemia da Covid-19, o mercado de trabalho na área de tecnologia e inovação está em alta.
  • A cada 10 vagas abertas, apenas 4 são preenchidas por conta da falta de mão de obra qualificada.
  • Maiores informações sobre vagas e capacitação profissional podem ser obtidas no site: gyntec.com.br.

Em meio à crise provocada pela pandemia da Covid-19, o mercado de trabalho na área de tecnologia e inovação está em alta. A cada 10 vagas abertas, apenas 4 são preenchidas por conta da falta de mão de obra qualificada.

Segundo levantamento realizado pelo Instituto GynTec com 38 startups goianas, aumentou em 60% a procura por profissionais com habilidades no meio digital, como para gerenciamento de mídias digitais, desenvolvimento de projetos e análise de dados. Principalmente entre as empresas que se adaptaram aos novos hábitos de consumo online, devido à necessidade do distanciamento social.

De acordo com o co-fundador do Instituto de Inovação Gyntec, Marcos Bernardo, no Brasil, são capacitados cerca de 46 mil profissionais por ano, mas a oferta dos postos de emprego é mais do que o dobro, ultrapassando 100 mil vagas. E com isso a formação de pessoas para atuar nesse campo é cada vez mais necessária. 

Maiores informações sobre vagas e capacitação profissional podem ser obtidas no site: gyntec.com.br.

Por: Morgana Kelly

Enel inicia instalação de medidores inteligentes em 11 bairros de Goiânia

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • A Enel Distribuidora de Energia em Goiás começou, nesta semana, a instalação de medidores automáticos em quase 4 mil unidades consumidoras na região Oeste de Goiânia.
  • A iniciativa visa permitir a realização de leituras, cortes e religações remotas, sem a necessidade da presença de um técnico.
  • O consumidor não terá nenhum valor cobrado na conta de energia pela substituição do medidor antigo pelo novo.

A Enel Distribuidora de Energia em Goiás começou, nesta semana, a instalação de medidores automáticos em quase 4 mil unidades consumidoras na região Oeste de Goiânia. A iniciativa visa permitir a realização de leituras, cortes e religações remotas, sem a necessidade da presença de um técnico. Inicialmente o trabalho será feito em 11 bairros da capital, entre eles: Parque Industrial João Braz 1 e 2, Cidade Jardim, Goiânia Viva, Jardim Petrópolis, dentre outros. Com o equipamento será possível também fazer à distância o monitoramento da rede elétrica e a realização de balanços energéticos.

De acordo com a responsável de Operações Comerciais da concessionária no Estado, Alessandra Kozlowski, a nova tecnologia é um projeto piloto que passará por processos de análise e validação e a previsão é que, a partir de outubro deste ano, as atividades sejam realizadas remotamente. Ela destaca que o consumidor não terá nenhum valor cobrado na conta de energia pela substituição do medidor antigo pelo novo.

A Enel afirma que o novo equipamento ajudará melhorar o serviço prestado, devido à automatização dos processos que permitirá mais eficiência, confiabilidade e precisão na coleta de dados para os cálculos relativos ao consumo de eletricidade da população.

Por: Morgana Kelly

Lojistas da 44 vão eleger novo presidente da Associação

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • A Associação Empresarial da Região da 44 (AER44), teve eleição com chapa única de consenso para mudar de presidente.
  • O atual diretor-tesoureiro da associação, o empresário e superintendente do Mega Moda Shopping, Chrystiano Cruvinel Câmara, vai assumir o cargo. 
  • Jairo Gomes foi o presidente da associação por dois mandatos exerceu com muita dedicação o papel de porta-voz e interlocutor o seguimento.

A Associação Empresarial da Região da 44 (AER44), teve eleição com chapa única de consenso para mudar de presidente. O atual diretor-tesoureiro da associação, o empresário e superintendente do Mega Moda Shopping, Chrystiano Cruvinel Câmara, vai assumir o cargo.  A posse da nova diretoria prevista para o dia 16 de julho serão por meio de videoconferência para evitar aglomeração.

Chrystiano Câmara diz que terá um grande desafio pelo frente, de fazer com que a região volte a ser o segundo maior pólo de confecção e moda do país. Ele lamenta que muitos micros e pequenos empresários foram impactados pela crise econômica nesta pandemia, e não vão conseguir retomar as atividades.

Jairo Gomes foi o presidente da associação por dois mandatos exerceu com muita dedicação o papel de porta-voz e interlocutor o seguimento. Ele vai continuar sendo o presidente de honra.

Por: Morgana Kelly

Infectologista discute lei que obriga o uso de máscaras sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • O presidente Jair Bolsonaro sancionou lei, com 17 vetos, que obriga o uso de máscaras em espaços compartilhados e transportes públicos.
  • Dentre os vetos, entretanto, está a não obrigatoriedade do uso de máscaras em entidades e órgãos públicos e em estabelecimentos comerciais, industriais, templos religiosos e demais locais fechados em que haja reunião de pessoas.
  • O presidente vetou também o trecho que obrigava o poder público a fornecer máscaras à população vulnerável economicamente.

O presidente Jair Bolsonaro sancionou lei, com 17 vetos, que obriga o uso de máscaras em espaços compartilhados e transportes públicos.

Dentre os vetos, entretanto, está a não obrigatoriedade do uso de máscaras em entidades e órgãos públicos e em estabelecimentos comerciais, industriais, templos religiosos e demais locais fechados em que haja reunião de pessoas. O presidente argumentou que o trecho “incorre em possível violação de domicílio”.

Sobre a situação, a infectologista Heloína de Castro recomenda o uso das máscaras e explica que a principal forma de evitar o avanço da doença é também ficar em casa.

O presidente vetou também o trecho que obrigava o poder público a fornecer máscaras à população vulnerável economicamente e excluiu a proposta que agravava a punição para infratores reincidentes ou que deixassem de usar máscara em ambientes fechados.

Por: Morgana Kelly

Ministério Público do Distrito Federal e Territórios apura irregularidades na venda de testes para covid-19 em Goiás

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios está investigando irregularidades na compra de testes rápidos de Covid-19 em Goiás.
  • Existem indícios de superfaturamento na aquisição dos insumos.
  • As investigações ainda reúnem evidências de que testes com defeitos foram comercializados.

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios está investigando irregularidades na compra de testes rápidos de Covid-19 em Goiás, outros seis estados e no Distrito Federal.

Segundo as investigações, existem indícios de superfaturamento na aquisição dos insumos. As investigações ainda reúnem evidências de que testes com defeitos foram comercializados.

Em Goiânia, duas empresas, situadas respectivamente no Jardim América e no Setor Santa Genoveva, foram alvos de busca e apreensão. Ainda não há detalhes sobre o envolvimento delas nas supostas irregularidades. Houve buscas também em Formosa, no Entorno do Distrito Federal.

Foram cumpridos 81 mandados em: Goiás, Distrito Federal, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Bahia e Espírito Santo.

O valor das dispensas de licitação sob investigação supera o valor de R$ 73 milhões. Entre os supostos crimes investigados estão: fraude em licitação, crime contra a ordem econômica, corrução ativa e passiva.

Por: Morgana Kelly

Prefeitura de Quirinópolis explica que vários servidores testaram positivo para Covid-19 e publica decreto

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • A Prefeitura de Quirinópolis teve grande parte da equipe contaminada pela Covid-19.
  • Diante disto, publicou um novo decreto aderindo ao revezamento do comércio, de 14 em 14 dias, proposto pelo decreto estadual.
  • O descumprimento das regras estabelecidas e nos protocolos específicos da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) vai ocasionar multa e interdição dos estabelecimentos.

A Prefeitura de Quirinópolis, no Sudoeste de Goiás, teve grande parte da equipe contaminada pela Covid-19 e diante disto, publicou um novo decreto aderindo ao revezamento do comércio, de 14 em 14 dias, proposto pelo decreto estadual.

Em um áudio que circula nas redes sociais, o prefeito Gilmar Alves da Silva (MDB) comenta sobre a quantidade de infectados em um balanço divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde de Quirinópolis.

De acordo com o decreto, o descumprimento das regras estabelecidas e nos protocolos específicos da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) vai poder mediante fiscalização da Vigilância Sanitária municipal, ocasionar multa e interdição dos estabelecimentos.

Por: Morgana Kelly

Governo de Goiás está realizando testagem de Coronavírus em 27 instituições de idosos

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • O Governo de Goiás em parceria com o Banco Itaú, iniciou testagem de Coronavírus em idosos e servidores de 27 instituições de Ilpis, em seis municípios goianos.
  • Entre eles, Anápolis, Aparecida de Goiânia, Luziânia, Rio Verde e Goiânia.
  • Apenas no Asilo Silvestre Linhares em Aparecida de Goiânia, na última semana, foram registradas seis mortes de idosos pelo vírus.

O Governo de Goiás em parceria com o Banco Itaú, iniciou testagem de Coronavírus em idosos e servidores de 27 instituições de Longa Permanência de Idoso (Ilpis), em seis municípios goianos. Entre eles, Anápolis, Aparecida de Goiânia, Luziânia, Rio Verde e Goiânia.

A ação que visa ampliar a identificação de possíveis casos da doença nesses locais, tem previsão de ser concluída em 60 dias, podendo ser estendida por mais 30, se necessário. Os primeiros testes foram realizados em Anápolis nos moradores e funcionários do Abrigo Evangélico Jesus Cristo é o Senhor.

Fica garantido para as instituições participantes o acompanhamento com a capacitação das equipes, distribuição de material educativo, equipamentos de proteção individual e protocolos de isolamento se houver algum exame que dê positivo para Covid-19.

Apenas no Asilo Silvestre Linhares em Aparecida de Goiânia, na última semana, foram registradas seis mortes de idosos pelo vírus e vários outros contaminados, sendo 29 residentes e 7 funcionários.

Por: Morgana Kelly

Ministério Público, Defensoria Pública do Estado e Procon acionam instituições de ensino para garantir direitos do consumidor na pandemia

Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • O MP-GO, a DPE do Estado e o Procon Goiás propuseram ação civil pública contra 50 estabelecimentos de ensino em Goiânia.
  •  Entre as medidas, está à exigência de que cada unidade informe no prazo de até 10 dias a tabela de custos prevista para 2020.
  • Caso a justiça aceite o pedido e as medidas e prazos definidos não forem cumpridos pela instituição, será aplicada multa diária de 5 mil reais.

O Ministério Público de Goiás (MP-GO), a Defensoria Pública do Estado (DPE) e o Procon Goiás propuseram ação civil pública contra 50 estabelecimentos de ensino em Goiânia. Entre as medidas, está à exigência de que cada unidade informe no prazo de até 10 dias a tabela de custos prevista para 2020 e o que foi gasto de janeiro a maio deste ano, sendo antes e depois da pandemia da Covid-19.

E ainda que esclareçam sobre os métodos de ensino utilizados no regime de aulas à distância. Solicitam também que apresentem canais de comunicação por telefone e endereço eletrônico da coordenação pedagógica e financeira, visando assegurar o contato direto de alunos ou responsáveis com a instituição.

Segundo o superintendente do Procon Goiás, Allen Viana, o objetivo da ação é assegurar aos consumidores o direito à informação nas relações contratuais. Ele destaca a importância de apurar e analisar os custos de cada unidade.

Caso a justiça aceite o pedido e as medidas e prazos definidos não forem cumpridos pela instituição, será aplicada multa diária de 5 mil reais, a ser revertida ao Fundo de Defesa dos Direitos Difusos.

Por: Morgana Kelly

1 2 3 53