Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, a CNBB e a Rede Clamor Brasil, que é a Rede Eclesial de Migração, Refúgio e Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas vão assinar um “Protocolo de Intenções”.
  • A partir da assinatura do protocolo, a CNBB e a Rede Clamor Brasil buscarão animar e estimular a promoção e realização de ações.
  • O Protocolo tem a finalidade de expressar por parte da CNBB apoio à constituição da Rede Clamor Brasil.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, a CNBB e a Rede Clamor Brasil, que é a Rede Eclesial de Migração, Refúgio e Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas vão assinar um “Protocolo de Intenções” nesta sexta-feira, dia 13 de agosto, às 14h30, na sede da Conferência em Brasília (DF).

O acordo vai ser assinado pelo bispo-auxiliar do Rio de Janeiro e secretário-geral da CNBB, dom Joel Portella Amado, e os três membros da coordenação da Rede Clamor Brasil, padre Agnaldo Pereira de Oliveira Jr. Maria Cristina dos Anjos e irmã Rosita Milesi.

O Protocolo tem a finalidade de expressar por parte da CNBB apoio à constituição da Rede Clamor Brasil, em seu capítulo brasileiro da Rede Clamor América Latina e Caribe, e a aprovação à sua atuação como espaço reconhecido pela Conferência para favorecer e potencializar a ação eclesial articulada em favor da causa das migrações, refúgio e enfrentamento ao tráfico humano.

O documento prevê ainda que a Rede Clamor Brasil vai se vincular à Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Sociotransformadora da CNBB e contará com um Bispo referencial a ser nomeado pela Presidência da CNBB, após consulta às entidades que integram o grupo implementador da Rede.

A partir da assinatura do protocolo, a CNBB e a Rede Clamor Brasil buscarão animar e estimular a promoção e realização de ações, serviços, campanhas, debates, reflexões, publicações, somando e convergindo esforços, sensibilizando a sociedade, animando as dioceses e instituições eclesiais e motivando novas instituições ou comunidades pela causa das migrações, do refúgio, do enfrentamento ao tráfico humano e temas correlatos ou transversais.

De acordo com a diretora do Instituto Migrações e Direitos Humanos (IMDH), a irmã Rosita Milesi, a Rede Clamor Brasil é, por definição, um espaço de articulação das obras e serviços que a Igreja católica implementa e realiza na América Latina e no Caribe.

Por: Morgana Kelly

Write a Reply or Comment