Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Os feirantes da Feira Hippie realizaram um protesto, na tarde de ontem, na Região da 44.
  • O motivo é que a categoria quer montar as bancas sexta, sábado e domingo, e a Prefeitura de Goiânia vai permitir abrir só no sábado e domingo.
  • Na segunda-feira será feita uma manifestação no Paço Municipal.

Os feirantes da Feira Hippie realizaram um protesto, na tarde de ontem, na Região da 44. O motivo é que a categoria quer montar as bancas sexta, sábado e domingo, e a Prefeitura de Goiânia vai permitir abrir só no sábado e domingo.

A maior preocupação é que a feira, a maior da América Latina, possui mais de 6 mil bancas cadastradas. Com isso, foi liberado o funcionamento de toda a feira para trabalhar com apenas 50% da capacidade por meio de revezamento. Outra reivindicação foi a de que, não foram liberadas pelo município as duas ruas na Região da 44 que seriam usadas para acomodar as bancas.

Segundo o presidente da Associação dos Feirantes da Feira Hippie, Valdivino da Silva, essa medida de abertura definida pela prefeitura vai prejudicar os trabalhadores.

O presidente afirma que se não for autorizada abertura na sexta-feira, as bancas não serão montadas para funcionar no fim de semana. E destaca ainda que na segunda-feira será feita uma manifestação no Paço Municipal.

Por: Morgana Kelly

Write a Reply or Comment