Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • A Câmara Municipal de Goiânia aprovou em última votação um projeto que impede a realização de cursos online na área da saúde.
  • A propositura da lei foi iniciada pela vereadora Sabrina Garcêz do PSD, em 2018.
  • As tecnologias em saúde são extremamente dinâmicas, como aplicação de vacinas que requerem do estudante o contato direto com o paciente.

A Câmara Municipal de Goiânia aprovou em última votação um projeto que impede a realização de cursos online na área da saúde. A medida vai valer para cursos técnicos, de nível superior e de pós-graduação. Diante desta situação, caso vire lei, a proposta vai se estender as redes de ensino públicas e privadas de Goiânia. Além disto, o descumprimento desta medida pode acarretar em multa de R$ 5 mil para a instituição, podendo este valor ser triplicado juntamente com a cassação do alvará de funcionamento da entidade educacional.

A propositura da lei foi iniciada pela vereadora Sabrina Garcêz do PSD, em 2018. A vereadora apresentou como justificativa que a formação de profissionais neste setor exige aprofundamento de conhecimentos teóricos e técnicos que podem ser prejudicados pela metodologia aplicada à distância.

Ela também ressaltou que as tecnologias em saúde são extremamente dinâmicas, como aplicação de vacinas que requerem do estudante o contato direto com o paciente, com métodos aprendidos presencialmente.

Por: Anna Karolina com supervisão de Morgana Kelly

Write a Reply or Comment