Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Em uma operação que foi desencadeada nesta quarta-feira. A Polícia Civil prendeu 10 suspeitos de integrar uma organização criminosa especializada em roubos de cargas e agrotóxicos.
  • Segundo as investigações, grupo atuava em Goiás e em outros seis estados brasileiros.
  • Os agentes cumpriram 18 mandados de busca e apreensão, e recuperaram mais de R$ 100 milhões em defensivos agrícolas e gêneros alimentícios.

Em uma operação que foi desencadeada nesta quarta-feira. A Polícia Civil prendeu 10 suspeitos de integrar uma organização criminosa especializada em roubos de cargas e agrotóxicos. Segundo as investigações, grupo atuava em Goiás e em outros seis estados brasileiros.

A ação culminou na prisão de donos de casas agropecuárias e supermercados em território goiano, e também na Bahia e no Pará. Cerca de R$ 100 milhões em produtos roubados foram apreendidos.

As investigações que foram conduzidas pela Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas, a Decar, culminaram em mais de 20 prisões ao longo de 18 meses e identificaram um grupo criminoso que no início do ano passado fez triplicar o número de ocorrências de roubos de cargas e defensivos agrícolas em Goiás.

As apurações apontam que além do roubo, os investigados, que agiam também em São Paulo, Mato Grosso, Minas Gerais, Bahia, Pará, e Tocantins, atuavam na falsificação de defensivos agrícolas.

Além das prisões, os agentes cumpriram 18 mandados de busca e apreensão, e recuperaram mais de R$ 100 milhões em defensivos agrícolas e gêneros alimentícios que tinham sido roubados pela quadrilha. Cinco veículos de luxo também foram apreendidos.

Por: Morgana Kelly

Write a Reply or Comment