Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Em Goiás este ano, mais de 185 mil unidades consumidoras ficaram sem energia elétrica por conta do contato de pipas com a rede.
  • Goiânia e Aparecida são as cidades que concentram o maior número de ocorrências.
  • A Enel orientou que em casos de cabos partidos, os clientes devem manter-se afastados e avisar imediatamente a distribuidora.

Em Goiás este ano, mais de 185 mil unidades consumidoras ficaram sem energia elétrica por conta do contato de pipas com a rede. Equipes da distribuidora precisaram fazer os reparos necessários na rede elétrica e substituir parte dos fios para restabelecer o serviço para a população.

Entre janeiro e agosto deste ano houve aumento de 28% nas interrupções do fornecimento provocadas por pipas, em comparação com o mesmo período do ano passado.

Goiânia e Aparecida são as cidades que concentram o maior número de ocorrências. Somente os dois municípios respondem por cerca de 35% de todos os casos do Estado. Enquanto Goiânia teve uma queda de -7,85% nas interrupções de energia causadas por pipas, Aparecida teve um salto e apresentou um aumento de 26,35% e Anápolis teve crescimento de 155% nesse tipo de ocorrência.

A Enel orientou que em casos de cabos partidos, os clientes devem manter-se afastados e avisar imediatamente a distribuidora pela Central de Atendimento pelo telefone: 0800-62-0196.

Por: Anna Karolina com supervisão de Morgana Kelly

Write a Reply or Comment