Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Ronaldo Caiado defendeu a cooperação entre os Estados, União e os demais Poderes constituídos no combate ao novo Coronavírus no Brasil. 
  • O governador ressaltou que as diretrizes do Ministério da Saúde precisam ser técnicas e científicas para distinguir ações.
  • Ele destacou que o Hospital de Campanha de Águas Lindas está pronto, mas que o Ministério da Saúde ainda não autorizou a transferência da unidade para o Estado.

Nesta quarta-feira (29), durante uma live promovida pelo jornal Valor Econômico, o Governador de Goiás, Ronaldo Caiado defendeu a cooperação entre os Estados, União e os demais Poderes constituídos no combate ao novo Coronavírus no Brasil. 

Durante a entrevista, o governador ressaltou que as diretrizes do Ministério da Saúde precisam ser técnicas e científicas para distinguir ações, como por exemplo, a identificação do comprometimento da situação de cada região do País; a demonstração do momento que será mais crítico para cada Estado; e até a possibilidade de acolhimento de pacientes em unidades federativas que não sejam a da residência da pessoa acometida pela doença. Sobre as prioridades, Caiado ressaltou que a atual é combater a Covid-19 e reduzir ao mínimo possível o número de mortes.

Ronaldo Caiado também mencionou que a mudança do ministro da Saúde no decorrer do enfrentamento ao novo Coronavírus trouxe algumas dificuldades operacionais para o País. No caso de Goiás, por exemplo, ele destacou que o Hospital de Campanha de Águas Lindas, o primeiro a ser levantado pelo governo federal, está pronto, mas que o Ministério da Saúde ainda não autorizou a transferência da unidade para o Estado.

Por: Morgana Kelly

Write a Reply or Comment