Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Em sua primeira Ação de Carnaval, o Hemocentro de Goiás alcançou uma marca considerável de atendimentos nas unidades coletoras de todo o Estado.
  • Os números alcançados pela Ação de Carnaval foram fruto das parcerias firmadas pela Hemorrede com a Arquidiocese de Goiânia e o evento Jovens Fortes.
  • O Hemocentro de Goiás já distribuiu para as Unidades de Urgências, 192 bolsas de sangue.

Em sua primeira Ação de Carnaval, o Hemocentro de Goiás alcançou uma marca considerável de atendimentos nas unidades coletoras de todo o Estado. Foram 399 atendimentos, 269 bolsas de sangue coletadas e 190 cadastros para doação de medula óssea, realizados, além de três plaquetaféreses, que é a doação exclusiva de plaquetas. A Diretora Geral da Hemorrede Pública de Goiás, Denyse Goulart explica que este ano foi diferente o que ocasionou um aumento importante, em relação ao ano passado.

Os números alcançados pela Ação de Carnaval foram fruto das parcerias firmadas pela Hemorrede com a Arquidiocese de Goiânia e o evento Jovens Fortes, que conscientizaram seus fiéis quanto a importância da doação de sangue. Segundo a Diretora os parceiros cederam espaço para que a Unidade Móvel estivesse presente no Centro Cultural de Aparecida de Goiânia, no Goiânia Arena, na Paróquia Sagrada Família e na Paróquia Nossa Senhora da Assunção.

De acordo com Denyse Goulart, com apenas 2 dias após o Carnaval, o Hemocentro de Goiás já distribuiu para as Unidades de Urgências, 192 bolsas de sangue, o que comprova a excessiva demanda de sangue neste período.

Por: Morgana Kelly

Write a Reply or Comment