Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Após a morte do padre Jesus Flores, aos 88 anos, vítima da Covid-19, gigante na comunicação católica, a Rádio Difusora Pai Eterno traz durante a programação reportagens especiais sobre sua grande repercussão no meio comunicativo e religioso.
  • Ao Pe. Jesus Flores, todo o nosso carinho, admiração e reconhecimento como missionário de Deus Pai.

Após a morte do padre Jesus Flores, aos 88 anos, vítima da Covid-19, gigante na comunicação católica, que deixou um legado de amor a missão e um profundo compromisso com o anúncio do Evangelho através da comunicação. A Rádio Difusora Pai Eterno durante toda esta semana trouxe reportagens especiais sobre sua grande repercussão no meio comunicativo e religioso.

Neste momento importante para as pessoas que perderam Pe. Jesus Flores, o que tem ajudado tanto aos familiares como as demais pessoas de sua convivência é a demonstração de sentimentos, expressão de amor e o compartilhamento de boas memórias. No meio político goiano, as homenagens se iniciaram com o governador Ronaldo Caiado que divulgou, mensagem de pesar pela morte do sacerdote. O deputado estadual Humberto Aidar também lamentou a morte do missionário redentorista. Joaquim de Castro, presidente do Tribunal de Contas dos Munícipios de Goiás, publicou sua solidariedade e o vice-governador de Goiás, Lincoln Tejota lembrou da dedicação à vida do próximo e à fé do padre.

No meio comunicativo, a Associação Goiana de Imprensa e o coordenador nacional da Pastoral da Comunicação (Pascom Brasil), Marcus Tulius, falaram do legado do padre Jesus como um dos fundadores da Rede Católica de Rádio, a RCR. Em nota oficial, a RCR e a SIGNIS, Associação Católica de Comunicação lamentaram o seu falecimento juntamente com a jornalista Vânia Savioli e a Conferência dos Religiosos, a CRB Nacional que se solidarizou.

Quanto a liderança religiosa, a Arquidiocese de Goiânia ressaltou que ele foi um grande colaborador. O Superior Provincial dos Redentoristas de Goiás, Pe. André Ricardo de Melo e o contemporâneo Padre Maurício Brandolize, também se manifestaram. Esteve com o Pe. Jesus Flores, o padre Marco Aurélio Martins da Silva que ressaltou que a sua participação na Congregação do Santíssimo Redentor, foi onde ele teve e tem um papel fundamental na propagação da devoção ao Divino Pai Eterno e a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

As homenagens para o Padre Jesus Flores seguem na programação da Tv Pai Eterno, da Rádio Difusora Pai Eterno e a Rede Vale FM de rádios que vão transmitir, nesta sexta-feira, ás 19h, um especial sobre sua vida e a missão intitulado: “Padre Jesus Flores: Viva a Vida e em seguida ás 19h30, a Missa de Sétimo Dia que vai ser presida por Dom Washington Cruz direto do Santuário Basílica de Trindade. Ao Pe. Jesus Flores, todo o nosso carinho, admiração e reconhecimento como missionário de Deus Pai.

Por: Morgana Kelly

Write a Reply or Comment