Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Em meio à crise provocada pela pandemia da Covid-19, o mercado de trabalho na área de tecnologia e inovação está em alta.
  • A cada 10 vagas abertas, apenas 4 são preenchidas por conta da falta de mão de obra qualificada.
  • Maiores informações sobre vagas e capacitação profissional podem ser obtidas no site: gyntec.com.br.

Em meio à crise provocada pela pandemia da Covid-19, o mercado de trabalho na área de tecnologia e inovação está em alta. A cada 10 vagas abertas, apenas 4 são preenchidas por conta da falta de mão de obra qualificada.

Segundo levantamento realizado pelo Instituto GynTec com 38 startups goianas, aumentou em 60% a procura por profissionais com habilidades no meio digital, como para gerenciamento de mídias digitais, desenvolvimento de projetos e análise de dados. Principalmente entre as empresas que se adaptaram aos novos hábitos de consumo online, devido à necessidade do distanciamento social.

De acordo com o co-fundador do Instituto de Inovação Gyntec, Marcos Bernardo, no Brasil, são capacitados cerca de 46 mil profissionais por ano, mas a oferta dos postos de emprego é mais do que o dobro, ultrapassando 100 mil vagas. E com isso a formação de pessoas para atuar nesse campo é cada vez mais necessária. 

Maiores informações sobre vagas e capacitação profissional podem ser obtidas no site: gyntec.com.br.

Por: Morgana Kelly

Write a Reply or Comment