Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Nesta semana a Polícia Civil cumpriu 24 mandados de prisão e mais de 20 de busca e apreensão em Goiás e Minas Gerais, contra um grupo suspeito de roubo de cargas.
  • Segundo as investigações, os envolvidos teriam desviado 66 cargas de:  soja, feijão, café e milho, causando prejuízos de mais de R$ 15 milhões.
  • A operação intitulada “De Grão em Grão”, fruto de uma parceria entre as Polícias Civil de Minas e Goiás e Polícia Rodoviária Federal (PRF), terminou com dez suspeitos presos e seis caminhões apreendidos.

Nesta semana a Polícia Civil cumpriu 24 mandados de prisão e mais de 20 de busca e apreensão em Goiás e Minas Gerais, contra um grupo suspeito de roubo de cargas. Segundo as investigações, os envolvidos teriam desviado 66 cargas de:  soja, feijão, café e milho, causando prejuízos de mais de R$ 15 milhões.

A operação intitulada “De Grão em Grão”, fruto de uma parceria entre as Polícias Civil de Minas e Goiás e Polícia Rodoviária Federal (PRF), terminou com dez suspeitos presos e seis caminhões apreendidos de uma organização criminosa especializada em desvio de cargas em todo território nacional, que atuava constantemente no Triângulo Mineiro.

O delegado Márcio Nabak, chefe do Departamento Estadual de Investigação de Crimes contra o Patrimônio ressaltou que o combate a esta organização só foi possível com a troca de informações e que o roubo das cargas impactou de forma considerável o agronegócio mineiro e goiano.

Esta ação teve início, há quase seis meses, após empresários do ramo de soja da cidade de Alfenas, no Sul de Minas, denunciarem terem sido vítimas do desvio de soja na 050, na altura da cidade de Passos, na mesma região.

Por: Morgana Kelly

Write a Reply or Comment