Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • A reforma tributária apresentada pelo governo federal pretende simplificar a cobrança de impostos.
  • De acordo com especialistas a proposta está sendo bastante criticada, por ser considera a carga mais elevada de imposto do mundo.
  • O consumidor será o mais impactado com o aumento da taxação sobre os principais produtos e serviços.

A reforma tributária apresentada pelo governo federal pretende simplificar a cobrança de impostos, com a troca do PIS e a da Cofins que somadas tem percentuais que variam entre 3,65% a 9,25%, pela Contribuição Social sobre Operações com Bens e Serviços (CBS) terá índice de 12%. De acordo com especialistas a proposta está sendo bastante criticada, por ser considera a carga mais elevada de imposto do mundo.

No texto apresentado empresas de menor porte, que faturam até 78 milhões por ano, serão as mais afetadas. O consumidor será o mais impactado com o aumento da taxação sobre os principais produtos e serviços.

O advogado Tributarista Breno Massa destaca que empresários e prestadores de serviços, não terão como absorver a elevação dos encargos, e terão que repassar para o preço final e as classes populares serão as mais penalizadas.

Atualmente a empresa pequena recolhe o impostos sobre lucro presumido, com alíquota do PIS de 0,65% e da Confis de 3%, e com a mudança terá que pagar 12%.

Por: Morgana Kelly

Write a Reply or Comment