Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • O hospital Santa Casa de Misericórdia de Goiânia inaugurou uma Sala de Humanização de Contextos de Óbitos pela Covid-19.
  • O objetivo é humanizar o processo de reconhecimento e despedida do corpo pelos familiares de vítimas da Pandemia.
  • O ambiente foi preparado com as normas de precaução quanto à contaminação pelo Coronavírus.

O hospital Santa Casa de Misericórdia de Goiânia inaugurou uma Sala de Humanização de Contextos de Óbitos pela Covid-19, em uma solenidade on-line. O evento contou com a bênção de Dom Levi Bonatto, bispo auxiliar da Arquidiocese de Goiânia e a sala tem como objetivo humanizar o processo de reconhecimento e despedida do corpo pelos familiares de vítimas da Pandemia.

A inauguração da Sala de Humanização contou com a participação dos superintendentes geral, técnico e administrativo, respectivamente, Dra. Irani Ribeiro de Moura, Dr. Pedro Ivandosvick Cordeiro de Oliveira e Dr. Irondes José de Morais. Também participaram representantes dos setores de psicologia, voluntariado, assistência social e manutenção.

O psicólogo Roberto Ribeiro, responsável técnico pelo Setor de Psicologia da Santa Casa explica que o ambiente foi preparado com as normas de precaução quanto à contaminação pelo Coronavírus, com um vidro isolando os falecidos dos enlutados e explica também que com a criação deste contexto de acolhimento e humanização, vai existir uma contribuição para um luto menos sofrido, para uma melhor elaboração deste momento e a redução do seu impacto psicossocial.

O quadro gestor da Santa Casa de Misericórdia de Goiânia (SCMG) é presidido pelo arcebispo metropolitano, Dom Washington Cruz, e tem como vice-presidente o bispo auxiliar, Dom Levi Bonatto.

Por: Morgana Kelly

Write a Reply or Comment