Tempo de Leitura: 1 minuto

RESUMO DA NOTÍCIA

  • A Arquidiocese de Goiânia realizou a primeira Reunião Mensal de Pastoral de forma presencial.
  • O assunto tratado foi a Campanha da Fraternidade de 2022, que tem como tema “Fraternidade e Educação”.
  • Este mês também teve como marco, a celebração Nosso Senhor Jesus Cristo Rei do Universo, uma solenidade relativamente nova da Igreja Católica.

A Arquidiocese de Goiânia, depois de 1 ano e 8 meses sem encontros presenciais, realizou neste mês de novembro, no Centro Pastoral Dom Fernando – Cidade da Comunhão, a primeira Reunião Mensal de Pastoral de forma presencial. O assunto tratado foi a Campanha da Fraternidade de 2022, que tem como tema “Fraternidade e Educação”.  O padre Luiz Henrique Brandão, reitor do Seminário Menor Arquidiocesano São João Paulo II e diretor do Colégio Família de Nazaré, foi responsável por assessorar o encontro.

Inicialmente, Dom Washington Cruz fez a oração das Laudes. Em seguida, o padre Luiz Henrique, que também faz parte da comissão organizadora do texto da Campanha da Fraternidade 2022, teve a palavra e explicou um pouco sobre o que é a campanha.

Este mês também teve como marco, a celebração Nosso Senhor Jesus Cristo Rei do Universo, uma solenidade relativamente nova da Igreja Católica. O diácono Waldemar Monteiro, um dos frutos da vocação da Paróquia Cristo Rei, de Goiânia, explicou que a solenidade foi instituída pelo papa Pio XI, em 1925, pois o ateísmo estava crescendo muito no Leste Europeu e o papa queria mostrar que Jesus é o verdadeiro rei.

O padre André Drumond, administrador da Paróquia Cristo Rei, em Goiânia, falou o que representa esta solenidade para todos. Segundo o padre, celebrar essa solenidade significa proclamar Jesus como único Senhor da nossa vida, como Senhor e Salvador da família.

Por: Morgana Kelly

Write a Reply or Comment